Anunciando o grupo candidato para o primeiro nodo local da Faircoop em São Paulo/SP

in pt •  5 months ago

É com muita alegria que comunico que na sexta-feira, dia 22/6/2018, aconteceu a primeira reunião com quorum mínimo de 3 membros para candidatura de um futuro nodo local da Faircoop em São Paulo/SP. Marcos Dias, Pedro Parrachia e eu, Wagner Tamanaha, nos reunimos para combinar de trazer para nossa cidade a Faircoop, uma cooperativa aberta para uma economia justa e descentralizada, que promove uso do blockchain e sua criptomoeda Faircoin como instrumento para um modelo insurgente e pós-capitalista.

grupo_candidato_faircoop_sp.jpeg

Da esquerda para a direita: Wagner Tamanaha, Marcos Dias e Pedro Parrachia. Café do Instituto Feira Livre, São Paulo/SP. Foto disponível em tamanho maior no Flickr

Como alguns de vcs devem lembrar, meses atrás estive em um evento com os participantes do nodo local da Faircoop em Ubatuba/SP e publiquei aqui no blockchain do Steem o post Resumo das oficinas sobre Blockchain, Criptomoedas, Faircoin e Faircoop no Red Bull Basement em SP. Teve brownie e convite no final! Desde então tornei público meu interesse em participar do movimento.

Após isso encontrei com o Marcos Dias, colaborador do antigo Ateliê Coletivo que funcionou na Vila Buarque e que agora participa do Aldeialab, projeto recém lançado com foco em ações de vizinhança envolvendo cultura e economia sustentável.

Sabendo da recomendação da Faircoop de ter no mínimo 3 membros iniciais, comprometidos com o funcionamento de todo nodo local, convidamos o Pedro Parrachia, colaborador de vários projetos com blockchain, distributed ledger e criptomoedas, como o market network Rhizom, cujo lançamento da versão beta está prevista para os próximos meses.

Marcamos nossa reunião no café do Instituto Feira Livre, próximo da Praça da República, em uma região que vem sendo escolhida por empreendedores inovadores e alternativos que estão abrindo novas iniciativas em gastronomia, alimentação, arte, educação e entretenimento.

instituto_feira_livre.png
Fotos no Instituto Feira Livre: 1, 2, 3, 4 e 5.

Lá conversamos sobre os primeiros passos para a candidatura e compromisso de iniciar e manter o primeiro nodo local da Faircoop na cidade de São Paulo. Além de seguir o tutorial da Faircoop - Como criar nodos locais - deixamos claro os primeiros itens que queremos priorizar:

  • Reunir uma vez por mês presencialmente e online sob demanda em canais específicos no Slack, Telegram, Steemit, etc
  • Estudar o funcionamento da Faircoop e exemplos bem sucedidos pelo mundo
  • Divulgar a Faircoop e incentivar o uso da Faircoin em São Paulo/SP
  • Manter relacionamento com nodos locais existentes através dos grupos Faircoop no Telegram
  • Se candidatar como CVN (Certified Validation Nodes/Nodos de Validação Certificados)
  • Todas as decisões do grupo candidato ao nodo local devem ser aprovadas por consenso, no modelo cooperativa (cada pessoa, um voto)
  • Questões ordinárias podem ser delegadas a membros específicos, após decisão por consenso
  • Cumprir as recomendações e iniciar os procedimentos para se tornar um nodo local reconhecido pela comunidade Faircoop internacional

Mesmo já decidindo por consenso a candidatura do nosso grupo com os 3 membros iniciais, queremos deixar aberto o convite para todos os interessados, seja para participar de nossos canais online ou das próximas reuniões presenciais. Nossa preocupação é que o nodo local Faircoop de São Paulo não comece sem diversidade, para usar uma expressão do meu tempo, um clube do bolinha :-) Quanto mais gente, de todos os tipos e origens, melhor. Quem quiser é só comentar aqui neste post ou no grupo Faircoop em português no Telegram se preferir.

Faircoop SP.jpeg

#NodoLocalFaircoopSP

Conheça a Faircoop, participe e junte-se a nós na construção de uma economia justa, com autonomia e descentralizada.

Conectando blockchains e criptomoedas

Com este relato publicado no Steemit e deixando gravado nosso processo no blockchain do Steem, consequentemente gerando recompensas em criptomoedas Steem, já começamos a integrar ambas plataformas. Acredito que esse tipo de conexão e integração pode ser positiva, por aqui encontrei outros steemians que são entusiastas da Faircoop ou até membros de nodos locais: @andreback, @jafettambriz, @johano, @linade, @lovejoy, @sirwinchester e @sfkls. Sem falar que próprio fundador da Faircoop, apesar da última atualização ser de quase um ano atrás, tb criou um perfil aqui no Steemit: @enric.

Recentemente, para divulgar a presença da Faircoop no maior evento de tecnologia do México, membros daquele país organizaram um concurso através do perfil de curadoria @frida.kahlo. Mês passado @jesusbatallar propôs trocar criptomoedas Steem por Faircoins de forma regular, quem sabe isso não evolua para aplicativos e contratos inteligentes multi moedas ou multiplataformas. De qq forma, minha proposta de imediato é reverter o total das recompensas líquidas deste post para converter em Faircoin ou eventuais moedas necessárias que beneficiem nosso nodo local da Faircoop em São Paulo/SP.

Valeu! Sucesso e boa sorte mais uma vez!!

Faça parte do movimento Faircoop: https://fair.coop/pt-pt
Use e aceite Faircoins: https://fair-coin.org/pt-pt
Acompanhe nossa candidatura: #NodoLocalFaircoopSP
Crie um nodo local em sua vizinhança: https://git.fairkom.net/faircoop/MediaCommunication/wikis/Como-criar-Nodos-Locais-(pt)


Sigam: @brazilians, @camoes, @gazetagaleguia, @brazine, @msp-brasil, @blockchainbrasil, @estourefugiado


English version: Announcing the group application to become the first Faircoop local node in São Paulo, Brazil

Posts sugeridos:
26/6/2018 - @estourefugiado: Lavi, artista plástico congolês refugiado no Brasil
27/6/2018 - @steemcenterwiki: Recent updated wiki pages: Art, Steem Ecosystem, etc. Plus new created wiki pages in Portuguese, Spanish and Vietnamese.
19/6/2018 - @blockchaincat: A friend bear
26/6/2018 - #CriptoBolaoDaCopa - Agora nas oitavas de final: Brasil x México! Mande seu palpite no 1º bolão da copa com criptomoedas no blockchain do Steem.
20/6/2018 - Café da manhã no Parque do Ibirapuera
31/5/2018 - #ERAUMAVEZ - história 6 - parte 6
11/5/2018 - A primeira vez pagando uma conta com bitcoin a gente nunca esquece :-)
24/4/2018 - Minha primeira contribuição no Lunyr (tipo uma Wikipédia no blockchain do Ethereum) foi aprovada: um artigo sobre CryptoKitties!
23/3/2018 - O roof garden (jardim no telhado) do vizinho é sempre mais verde
11/3/2018 - Resumo das oficinas sobre Blockchain, Criptomoedas, Faircoin e Faircoop no Red Bull Basement em SP. Teve brownie e convite no final!
1/2/2018 - #BlocoChain | Segura o chain, amarra o chain! É blockchain, chain, chain, chain! Axé music pro Bloco Chain e #Criptofolia no Rio neste sábado.
3/12/2017 - Apresentação sobre Steem e redes sociais em blockchain que mostrei no 1º Fórum Informal da Web Descentralizada em SP
9/1/2017 - Steemit e criptomoedas como ferramentas para economia solidária, moedas sociais e clube de trocas
25/11/2016 - Estudantes brasileiros limpando a sala de aula como no Japão. A escola ocupada como projeto pedagógico

Inscreva-se no Steemit para ganhar recompensas vc tb >>>
Mais recompensas em criptomoedas? Responda emails no Earn.com, faça buscas no Presearch, compartilhe links no Refind >, contatos profissionais no Dock.io e imagens no Supload > e Sola >

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

Show! Parabéns! Espero que consiga os objetivos! Gosto muito esse objetivo das blockchains e ativos digitais. É algo que depende de direções assim para amenizar esse abismo social. Pode contar com meu apoio, não conheço muito a Faircoin, mas estarei acompanhando para aprender.

·

Valeu! Posso estar enganado mas pelo que sei, no Brasil, o setor de saúde é um dos que mais usa o modelo de cooperativas. Nos grupos da Faircoop ainda não vi ninguém falando sobre iniciar um nodo local no Rio de Janeiro, mas qq novidade compartilho aqui. Sucesso e boa sorte mais uma vez!!

·
·

Infelizmente é difícil uma cooperativa funcionar no meio médico quando tido como empresa. Como aconteceu com muitas Unimed’s. Mas acho muito interessante, vou ficar atento, conheço poucos que conhecem programação também, para rodar um masternode. Do jeito que entendi, essa coin é muito interessante, e pode ter muita aplicação. Se eu souber de mais alguém pelo Rio, eu gosto muito desse caminho.

·

Sobre masternodes, que na Faircoop são chamados CVN (Certified Validation Nodes/Nodos de Validação Certificados), recentemente saiu essa materia no Altcoin Transmission https://ckarchive.com/b/gkunh5hom83w onde eles falam que todas as criptomoedas Faircoop já foram mineradas e o modelo de CVNs apenas remunera pelas transações e registros no blockchain, com o objetivo de não incentivar recompensas monetárias e a competição e apenas cobrir os custos de energia. Assim que puder vou sondar se houve alguma iniciativa no Rio e te aviso. Valeu!!

Parabéns, seu post foi selecionado pelo projeto Brazilian Power, cuja meta é incentivar a criação de mais conteúdo de qualidade, conectando a comunidade brasileira e melhorando as recompensas no Steemit. Obrigado!

footer-comentarios-2.jpg