A batalha do dia a dia, vivendo com o "inimigo"...

in pt •  2 months ago 

Hoje acordei pensando na importância de ter interações sociais no tratamento contra a depressão.

Como disse no outro post https://steemit.com/pt/@vansampaio/conviver-com-f41-2-transtorno-misto-ansioso-e-depressivo, estou em tratamento e sinto que tento me abrir um pouco mais a cada dia e escrever tem me ajudado. Conversando com alguns amigos de localidades diferentes, todos me disseram a mesma coisa: "Se sentir vontade de se isolar, não se isole. Procure alguém, me liga, me manda mensagem, saia de casa e vá ver o mundo".

Sempre fiz e faço muitas referências com brincadeiras, parábolas entre outras coisas para encarar melhor a realidade.. Em muitos momentos sinto como se a doença fosse um hospedeiro residindo em mim e que o fato de querer me isolar do mundo, faz com que ele me domine. Penso até em alguns momentos como se fosse o Hulk em uma batalha com o Dr. Banner em que é preciso controlar "a coisa" que vive dentro dele e lutar para que não seja mais forte do que sou.

É triste pensar como o cérebro humano se comporta em determinadas situações da vida e vejo que não apenas no Brasil, mas em diversos lugares do mundo, não tratamos da saúde mental com a devida importância. A saúde mental é sempre tratada de maneira corretiva e emergencial. Após a primeira crise/surto, iniciamos o tratamento enquanto deveria ser uma medida preventiva, assim como as demais doenças.

Vejo que existem campanhas como o Setembro Amarelo para a prevenção do suicídio, mas a depressão ainda é um tabu e algo que precisa ser tratado. Precisa ser vista como uma doença e que como todas as outras necessitam do devido tratamento.

20190119_101306.jpg

A interação social dos Patinhos - Parque Francisco Rizzo/Embu-SP

Agradeço pelo apoio que tenho recebido e pelo carinho de todos aqui no Steemit que tem me ajudado a passar por esta fase!

@pardinus
@hranhuk
@markitoelias
@casagrande
@matheusggr
@isabelpereira

Posted using Partiko Android

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

Parabéns, seu post foi selecionado para o BraZine! Obrigado pela contribuição!
BraZine.png

Já dizia aquela frase: "mente vazia, oficina do diabo".

E eu descobri isso recentemente que quando estamos para baixo, deixar a mente livre é perigoso demais.

Minha solução foi encontrar coisas que me faziam me manter ocupados. Mas não coisas que poderiam simplesmente serem ignoradas como ficar assistindo ou jogando.

Criar contatos, conversar com muitas pessoas e principalmente se ocupar com trabalhos, exercícios físicos. Esse por último é difícil começar. Mas se por em prática todo dia logo cedo (acordar bem cedo, fará muito bem). Pode ser balela minha, mas é a verdade. Eu não também tinha receio. Tanto que no próximo post, falarei dos resultados. Em casos assim, mantenha a mente ocupada. Com trabalhos e coisas importantes e urgentes que precisam ser feitas. Porque aí você não para, e não dá tempo de pensar bobeira. Na verdade, quando você vai parar, já está tão cansada do dia, que só vai dormir. E logo começa a rotina de volta.

Grande abraço

Posted using Partiko Android

Boa, @vansampaio! Sem dúvida, sair de casa, passear, conversar, faz muita diferença e alivia a solidão. Dedicar-se a um hobby também ajuda muito, obrigado por compartilhar ;)

Posted using Partiko Android

Moça @vansampaio, concordo contigo, a saúde mental deve ser tratada, como prioridade, principalmente no momento atual, intitulam apenas como "doenças do mundo moderno", mas esquecem-se que, pode levar incontáveis números de pessoas a um poço sem fundo. E para completar, a sociedade caminha para o egocentrismo. Contudo, nós temos quer ser fortes, e enfrentar diariamente esta batalha com maestria e aquela fortaleza que há dentro de nós.
Abraços e Sucesso ; )

·

Obrigada @tabataoliveira

Posted using Partiko Android