Steemit: Experiência & Aprendizado

in #portuguese3 years ago

Observações, Crescimento e Passos Futuros


Início de Tudo


É engraçado o que uma plataforma social consegue fazer na vida de alguém, não é pessoal? Há cinco meses, quando encontrei o Steemit, achei que havia achado o “Olimpo” das redes sociais. Parei, observei, li artigos, votei em alguns, comentei, mas não sabia bem o que fazer na realidade. Precisava ler mais sobre tudo e, assim sendo, visitei a seção de Perguntas Frequentes para estudá-la.

Eu me lembro que criei minha conta aqui bem no auge da “Guerra das Sinalizações” (minha tradução livre para “Flag War”) e muitos usuários estavam enlouquecidos com muitas “baleias” que votavam sem discernimento e, com isso, prejudicavam usuários menores ou novatos. Sem dizer que isso acabava favorecendo os usuários mais fortes, ou seja, havia uma “concentração de poder” nas mãos de poucos, enquanto muitos aguardavam pela chance de crescer ao cair nas graças de uma baleia ou, até mesmo, de um “golfinho”.

Com o advento do Hardfork 18, as coisas mudaram. As baleias foram simplesmente silenciadas e, como retaliação, nem mesmo votavam em novos usuários, concentrando mais ainda seu poder votando entre si, ou em usuários “conhecidos” por eles, mesmo que a publicação não fosse lá essas coisas.

Mudança de Comportamento


Isso gerou indignação em mim! Gerou chateação, incredulidade e, com isso, minha dúvida sobre como usar a plataforma apenas crescia. Mudei minha estratégia, pensei no que fazer para chamar a atenção, escrevi, fotografei, traduzi, enfim, fiz de tudo, mas nada adiantou. Mais uma vez, parei para pensar: o que estava fazendo de errado? Não é possível que as pessoas não parem para observar nada do que acontece aqui!

Foi nesse momento que chegou o Hardfork 19. Nossa, isso me animou! Ganhei um certo “poderzinho” (imaginem vocês que, naquele momento, meu voto valia $0,53, fiquei doido de felicidade) e passei a me sentir “o importante”. A ilusão é sempre doce no início! Uma semana depois, vi meu poder escoar pelo ralo e, ainda por cima, todos entenderam a utilização da “barra de percentual de votação”, sim, sim, aquela barrinha que aparece quando clicamos na setinha para votar. Enfim, aquilo se tornou a maior arma, ou melhor, dispositivo para se votar menos, ou para se votar com consciência. Prefiro pensar da segunda forma, realmente. Mais uma vez parei para refleti, porque os votos foram escasseando, escasseando e, no final, nem mesmo 5% dos meus seguidores viam minhas publicações, enquanto eu dedicava meu tempo lendo quase 78% daqueles que seguia, votando neles e, enfim, dando meu apoio com a única forma que tinha: votando em suas publicações.

steem_success.jpg

O que ocorre?


Sei que os votos caíram, que o poder de voto aumentou, que o número de votos foi reduzido, mas isso não pressupõe a falta de observação de quem seguimos. Isso não significa que devamos cair no esquecimento de nossos seguidores! Pronto, meu coração ficou novamente abalado e lá fui eu pensar: “o que está acontecendo novamente”? Por que a cada Hardfork há um desespero na plataforma? Li em uma publicação que, por mais que os Hardforks ocorram, não haverá uma mudança substancial na direção da igualdade. Os ajustes serão bons em um primeiro momento, mas são sempre feitos em prol de poucos e, quando se percebe isso, há novamente uma agitação na plataforma e mais um ajuste é realizado. A roda viva não parará nunca! Isso foi escrito por alguém que é bem reconhecido na plataforma e, por este motivo, acreditei que há uma profunda razão no que diz.

Essa minha parada nas publicações aqui no Steemit coincidiu com a chegada de muitos projetos de tradução para entregar em um curto espaço de tempo. Isso foi bom, porque pude pensar mais cuidadosamente sobre o que estava acontecendo aqui, qual era o movimento atual dos usuários e, com isso, reinventar-me.

A Resposta é Simples


No fundo, a resposta que tenho é: não sou um blogueiro, nunca fui e creio que nunca serei. O que tenho para publicar não é de interesse de muitos, e acho que nem de poucos. Sou um homem normal, formado em Letras, fui professor por 18 anos e, depois de uma desilusão com o sistema educacional, resolvi mudar e tornar-me tradutor (na verdade, focar mais na tradução, pois já fazia trabalhos para uma agência de tradução concomitantemente com a educação). Escrevo contos, crônicas, poesia e ensaios, mas não sei como a plataforma poderia ajudar-me com a publicação de meus trabalhos. Contudo, foi a partir da leitura da publicação de @marcelli – "Vamos conversar sobre as vantagens do Steemit" que me trouxe à realidade.

Todos nós temos algo a oferecer. Não importa o que façamos, ou o que somos na vida, todos temos o que dizer. Há algum tempo queria escrever um texto falando sobre isso e ontem, com a leitura da publicação da Marcelli, percebi que era a hora de fazer dela uma voz mais encorpada e colocar a minha junto. Então, se você tem alguma coisa para escrever, faça-o. Se tem algo a dividir, não aguarde mais. Escreva e pronto! Não pense nos votos, ou no dinheiro. Isso ocorrerá mais cedo ou mais tarde. Entretanto, as pessoas só conhecerão seu valor se houver consistência nas publicações. Lembre-se: eu mesmo já estive do lado de lá pensando que ninguém apoia meu trabalho. Contudo, esse pensamento é bem mesquinho, pois como ser apoiado se eu mesmo não sei como fazer para ser apoiado?

Esse é o cerne de minha publicação, fazer com que usuários possam aprender a partir de minha própria experiência. Não sinto vergonha de expor o que senti nesse últimos meses com relação ao Steemit, ou com relação ao modo como a plataforma é conduzida e minhas investidas para reconhecimento. Acho que experiência é válida para crescimento e construção de algo sempre melhor, e pode servir de exemplo para muitos. Minha dica nesta publicação é: “escreva o que sabe, publique o que conhece com consistência, pois suas publicações chegarão a leitores, mais cedo ou mais tarde”.

E assim farei eu!

Crédito da imagem

⸶⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸙⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸭⸰⸷
Muito obrigado por sua visita e comentários!
Abraços, @manandezo!
Publicação de 10 de julho de 2017.

Sort:  

É assim que se deve pensar @manandezo. O que você pensa e expõe nessa publicação é algo que me revolta muito nesses 11 meses que estou aqui e é esse pensamento critico que eu sempre externei nos chats que há aqui no Steemit seja no Discord ou Steemit.Chat que eu atrai para mim muitas inimizades aqui na plataforma. Por isso hoje quando eu falo, ninguém me cumprimenta e por causa disso eu não tenho hoje mesmo com tanto tempo aqui e algum poder, a fama que muitos como eu que entraram no mesmo tempo tem, como gringalicious, rigaronib e outros que tem uma atenção maior das baleias. Mas eu não abro mão do que eu penso que é uma concentração do poder e atenção das baleias somente com celebridades que postam coisas fúteis e que não agregam nada...mas tenho fé que isso um dia pode mudar e eu vou fazer a minha parte em ajudar com esse projeto que tenho em mente onde com o trail teremos pequenas, mas recompensas constantes para que os usuários de lingua portuguesa possam se animar e com o tempo irmos nos fortalecendo. Não desista, continue com os seus escritos, seja mais ousado nas publicações e divulgue em tudo que é lugar. A recompensa com certeza vem. Boa sorte e boa semana amigo!

Oi, @jsantana! Sim, sim, eu entendo e muito o que você diz e, para ser muito sincero, e não estou puxando seu saco, aprendi muito a observar aqui no Steemit por conta das coisas que você mesmo publicava e, algumas vezes, quando comentava meus "comentários" em outras publicações. Enfim, construí meu conhecimento por conta de tudo o que observei e agradeço demais por tudo isso!

Essa minha publicação deveria ser ainda muito maior, mas cortei algumas coisas para publicar depois. Talvez amanhã ou depois, com relação a outros assuntos que já observei, digeri e acho ser muito justo colocar aqui para outros usuários. Eu estou com uma outra ideia com relação à congregação de usuários falantes de português e galego, não como o Projeto Camões, mas como um clube mesmo, porém ainda não sei como fazer. Vou amadurecer a ideia e falo com vocês sobre isso para mais ajuda de todos. Se for possível, os dois projetos podem andar de mãos juntas, o que será muito bom para os usuários! Enfim, é uma ideia que tenho, vou pensar nisso com carinho mais para frente e levo a discussão para você e nossos amigos.

Sinto meu coração mais sereno com relação à plataforma. Percebo que eu mesmo preciso saber o que significa "blogar" para saber "solicitar" atenção e, mais para frente, quem sabe, receber votos. Sei que não é fácil aguardar por muito tempo, mas devemos ter a paciência oriental e @wagnertamanaha está aí para nos ajudar, não é mesmo Wagner? =)

Enfim, você não sabe o quão feliz estou porque soube, talvez pela primeira vez, expressar minha opinião de forma mais concreta e estruturada em um "blog". Esse efeito é, para mim, um desafio ainda não vencido, mas em vias de sê-lo, e blogar é, para mim, uma via de expressão complicada, mas não impossível. Primeiros passos dados com louvor hoje!

Que nosso trabalho possa florescer, que nossos Projetos possam alçar um voo tão bonito quanto a nossa bela língua da poesia. Não nos percamos. Eu já me encontrei e, agora, com mais clareza, posso visualizar o final do túnel bem mais viva. Abraços meu amigo, e obrigado pela força de sempre! =)

Falou em paciência é comigo mesmo :-) Como já não sou tão jovem, preciso sempre sair na frente e andar devagarinho pq se for correr atrás não alcanço a molecada... tem um ditado chinês que diz: a paciência é a mãe de todas as virtudes. Valeu!!!

@jsantana me explique como funciona o steem power?
como faço para aumentar , e aumentando eu ganho mais???

Para ter mais sp é necessário postar, votar ou comentar. Aumentando vc ganha mais visibilidade, reputação e conts pars agregar no power down.

Muito bom seu resumo da história recente do Steemit! Tomei a liberdade de incluir um link para seu post na pg Português no wiki Steem.center. Valeu! Sucesso e boa sorte mais uma vez!

Muito obrigado, @wagnertamanaha! Você não tem ideia o quão libertário foi escrever dessa forma. Posso dizer, com toda a certeza, que foi minha primeira publicação "correta" como um blogueiro. E olha que eu nem comecei esse caminho direito e já estou me achando! (Enfim, precisamos de carinhos e sorrisos, caminhos corretos e experiências para que todos os usuários aprendam ou, pelo menos, se identifiquem e possam crescer.) Legal a menção no Steem.center! E vou me preparar para mais textos assim, agora que um gostinho de editor já está se instalando em minha alma. Abraços, amigo, que sigamos florescendo unidos!

Muito legal seu texto @manandezo. Eu estou a pouco tempo nessa plataforma, ainda me adaptando e conhecendo mais. Agora me surgiu uma dúvida, o que seria esse Hardforks que você citou no texto? Obrigado! Ganhou mais um seguidor a partir de agora.

Oi, @aboutall! O Hardfork é o nome dado às mudanças de protocolo realizadas na plataforma para que todos se adequem a nova versão.

Muito obrigado pela visita e por me seguir. Observarei de perto seu trabalho também. E, caso queira publicar na língua mãe, é só utilizar a etiqueta #portuguese e nós acharemos você.

Abraços, paz e bem! =)

Explicó uno vc tan ben, pero tan ben, que vou deixar. de pensar nello e actuar como vc di (e eu viña concluindo)
Obrigada polas dichas, e parabéns pola mención no steem.center.
Saúde

Obrigado pela visita e fico feliz que tenha gostado @freyman!

Abraços, paz e bem! =)

belo texto amigo ! juntos seremos fortes aqui !
fica na PAZ!

Obrigado, @wgs83! Sim, já somos alguns e, ao visitar o site, não se esqueça de visualizar sempre a etiqueta #portuguese. Nela você encontrará muitas publicações em nossa querida língua. Nosso amigo @jsantana acabou de criar o Projeto Camões, uma iniciativa para tornar as criações em português mais visíveis. Caso ainda não o conheça, vale a pena visitar sua página e dar uma olhada nas publicações dele.

Abraços, paz e bem!