You are viewing a single comment's thread from:

RE: Chá com Filosofia #6 - Quanto mais conhecimento mais infelicidade?

in #filosofando3 years ago

Essa questão é uma reflexão que me atormenta desde sempre. Eu tenho uma trajetória pessoal que me fez ter contato com pessoas de diferentes áreas de conhecimento: filosofia, antropologia, engenharia, física, economia etc. Nesse percurso, eu acabei encontrando pessoas absurdamente geniais e elas constantemente apresentaram inúmeros problemas psíquicos, depressão, incapacidade de socialização etc.

As taxas de suicídio na pós graduação por exemplo, são altíssimas, corroborando com essa teoria. No meu caso, o mestrado foi uma tortura sem fim, saia de todas as aulas exausta, triste e muito abalada com as discussões. Uma tristeza sem fim.

Eu observo também uma certa disparidade dessa questão na área humana vs exata. Meus companheiros de humanas são constantemente mais mórbidos e com propensão à loucura do que os companheiros engenheiros, que constantemente estão falando de festas, eventos e assuntos “mais leves”. Não que o ponto seja “mais ou menos conhecimento”, mas talvez quão profunda é a reflexão.

Por exemplo, as aulas de uma pessoa de humanas constantemente é refletindo sobre a origem da desigualdade entre os homens, é impossível você fazer uma reflexão profunda sobre isso e sair feliz, satisfeito, independente de quão boa for sua reflexão. Ler que a origem da desigualdade entre homens e mulheres é por que as mulheres tem inveja do pênis é bem chato se você é mulheres.

Agora, se você é engenheiro e automatizou uma tabela maravilhosa, cheia de funções, a chance de felicidade, independente do “quão trabalho e quanto conhecimento” foi necessário, é muito maior.

Agora, se esse engenheiro está extremamente envolvido com seu trabalho, apaixonado e super dedicado, a chance dele estar meio louco, com problemas pessoais e psíquicos é realmente grande.

Eu tive uma professora de literatura que sempre dizia: É apenas na tristeza que crescemos. Talvez seja o custo do tipo de civilização que queremos construír.

Sort:  

eu acredito que podemos mudar este cenário, mestrado em que área você fez? Obrigado pelo comentário, foi excelente!