O Bitcoin e a história que tem tudo para não terminar bemsteemCreated with Sketch.

in #bitcoin3 years ago (edited)

Por Luis R van den Berg

Eu estava seguindo aqui um caminho lógico, explicando a assimetria de risco, que você não captura as oportunidades se estiver fora do mercado e o porquê que você deve ter ativos não correlacionados (e de risco) em sua carteira.

Essa semana vou entrar em algo mais estrutural (e infelizmente mais chato). O assunto parece ser uma teoria da conspiração, mas não é (eu gostaria que fosse). É extremente difícil me fazer claro o suficiente em uma publicação direcionada ao público em geral, mas o tema é importante demais para ser negligenciado.

Vou dividir o tema em duas semanas, com as causas nessa e as consequências na próxima, e você vai entender porque a Criptomoeda vai fazer muito sentido em futuro não tão distante.

O gráfico abaixo mostra o balanço dos principais bancos centrais do planeta. Peço especial atenção para que vocês vejam o que acontece de 2008 (a última grande crise econômica) para cá.
​​


1.png

Bom, vejam que uma emissão de 14 Trilhões de Dólares (lembrando que o PIB do mundo é algo próximo a 80 Trilhões de dólares) em praticamente 10 anos.

Tá, e daí, o que isso significa? De forma resumida e simplista (mas honesta), a consequência direta dessa expansão monetária significa uma dívida, uma grande (bem grande) dívida.

Quer saber a parte ruim? Essa dívida é impagável. Isso mesmo, o mundo como o conhecemos está quebrado e (quase) ninguém fala sobre isso.

Essa emissão desproporcional de dinheiro foi feita com base no absolutamente nada (sem lastro – e não, não estou falando de Criptomoeda ainda), o tal “dinheiro de helicóptero”, termo cunhado pelo Nobel de economia Milton Friedman para descrever os efeitos da expansão monetária mediante “distribuição de dinheiro”.

Aconteceu que em 2008 o sistema financeiro tradicional quase foi pro beleléu... a solução para evitar o contágio e uma grande crise sistêmica foi injetar liquidez (grana pesada) na economia a fim de evitar o efeito dominó e um banco quebrar depois do outro. Entregaram o Lehman às piranhas e fim. Só lembrando que os bancos não tem dinheiro para honrar com seus depósitos mais isso é história para outro dia.

Em resumo (bem resumido porque a coisa não é tão simples assim), os governos saíram comprando títulos da dívida à vista (para injetar dinheiro em circulação), e como não tinham caixa para isso, imprimiram o dinheiro necessário para fazer essa recompra.

Além disso, era necessário emprestar um dinheiro que não existia ou os bancos e corporações iriam colapsar. O que foi feito?

Imprimiu-se mais dinheiro (a partir do nada) para ser emprestado a juros muito (mas muito) camaradas, quase igual aquele empréstimo que você fez ao seu cunhado, e em algumas partes do mundo (Japão por exemplo) com juros negativos – sim, em alguns casos você deveria daqui a um ano um valor menor do que você pegou emprestado.

E o que a turma fez com esse dinheiro?
​​


2.png

Vejam a figura acima, em que a linha azul é o balanço do FED (banco central americano) a linha vermelha é a valorização do índice SP500 (principal índice da bolsa americana).

Pois é, a turma pegou dinheiro a juro baixo (ou negativo) e saiu comprando ações na bolsa como se não houvesse o amanhã. Já que deixar o dinheiro parado no banco não estava rendendo quase nada... Um rally sem precedentes tomou conta das bolsas no mundo “desenvolvido”.

Mas tudo que é bom dura pouco... A festa uma hora tem que acabar, e estamos vendo os garçons começando a acender a luzes e a fazer aquela pressão para você fechar sua conta. Quero dizer que os Bancos Centrais precisam começar a recolher o dinheiro e enxugar essa liquidez tremenda.

Como? Da única forma que a humanidade descobriu até hoje. As nações emitirão dívida e pagarão juros em percentual suficiente para ser atrativo ao investidor. Haja crescimento para pagar juros sobre 20 trilhões de dólares.

Embora um pouco desatualizado (o quadro piorou com as isenções de impostos de Trump), o gráfico a seguir mostra realidade dos EUA (economia na qual grande parte das nações baseiam suas reservas):
​​​​


3.png

Na Europa a coisa é ligeiramente menos ruim, mas não é muito diferente.

Conclusão: Os preços das ações das empresas nas principais bolsas do mundo foram artificialmente inchados pelo excesso de dinheiro em circulação e os bancos centrais do mundo desenvolvido estão com seus balanços extremamente inchados. É necessário enxugar essa liquidez toda do mercado e o único mecanismo disponível é através da emissão de dívidas impagáveis.

Na semana que vem vou explicar a consequência dessa bagunça e os potenciais danos a economia caso a bolha da liquidez e da dívida explodam no médio prazo.

Bitcoin pode não ser a bolha, Bitcoin pode ser a agulha. Pense nisso.

Obs: Este artigo é uma réplica da Newsletter da HashInvest disponibilizada a seus clientes semanalmente, disponibilizada aqui com algumas semanas de defasagem. Quer receber a Newsletter na íntegra e sem defasagem? Cadastre-se no site da HashInvest. Também publicado em nossa comunidade Investimento Alternativo

Sort:  

Já tenho essa situação debaixo de olho a muito tempo. Tenho um short contra o SP500 desde os 29...pontos.

Um post explicando pra moçada como operacionalizar esse short seria bem vindo a todos aqui da comunidade.

Pode fazer na IGMARKETS, que é das mais "confiáveis" casas de CFDs, escolhes SP500 ou NASDAQ, SHORT, 5X, e da-lhe duro para baixo ;)

muito bom o texto, mas eu não entendi muito a conexão com o bitcoin, talvez pela minha falta de conhecimento em criptos e em economia de forma geral.


ptgram power | faça parte | grupo steemit brasil

O Bitcoin tem sua emissão controlada por código. São 21 milhões de unidades e fim. Nada de influência, nada de governos, políticas, elites ou interesses. A regra é clara e será cumprida. Na economia "convencional" o dinheiro é emitido e criado de modo a proteger quem tem dinheiro e preservar as relações de poder... Ai que entre o Bitcoin!

e em tempo - te a segunda parte desse texto, flando sobre a inflação... talvez ele ajude o entendimento.

Em caso de colapso das bolsas, creio que em um primeiro momento as criptomoedas também sentirão o impacto, pois, haverá muitos investidores "raspando a panela" para pagar o "leite das crianças". Entretanto, em um segundo momento, o mundo deverá perceber as vantagens das criptomoedas, pois a "confiança" (fidúcia) entraria em total descrédito. Penso que nos dias de hoje, as pessoas devessem ter no mínimo 10% do patrimônio em cripto e 10% em ouro (o metal e não o papel de fundos dito "lastreados em ouro")

Não somos fãs das moedas "lastreadas" porque no final do dia isso implica em confiança (alguém segurando esse lastro)... Estranho isso (já que oferecemos um serviço de custódia kkkk). Mas enfim, o #Bitcoin como ouro digital nos soa imbatível.

Já há algumas propostas de criptos ditas "lastreadas em ouro", exemplo: HayekGold e OneGram. Não sei até onde seriam confiáveis, portanto, em se tratando de ouro o metal na mão é mais garantido.

Tens também a DGD que é uma crypto baseado em ouro de 18K.

Pois é fiz um video explicando isso e a bolha imobiliaria, ai essa semana me vem o aquele gordo do BIS falando pra parar de criar dinheiro lol

Congratulations @hashinvestbr! You have completed the following achievement on Steemit and have been rewarded with new badge(s) :

Award for the number of posts published

Click on the badge to view your Board of Honor.
If you no longer want to receive notifications, reply to this comment with the word STOP

To support your work, I also upvoted your post!

Do not miss the last post from @steemitboard:
SteemitBoard World Cup Contest - Russia vs Croatia


Participate in the SteemitBoard World Cup Contest!
Collect World Cup badges and win free SBD
Support the Gold Sponsors of the contest: @good-karma and @lukestokes


Do you like SteemitBoard's project? Then Vote for its witness and get one more award!

Congratulations @hashinvestbr! You have completed the following achievement on Steemit and have been rewarded with new badge(s) :

Award for the number of upvotes received

Click on the badge to view your Board of Honor.
If you no longer want to receive notifications, reply to this comment with the word STOP

Do not miss the last post from @steemitboard:
SteemitBoard World Cup Contest - Russia vs Croatia


Participate in the SteemitBoard World Cup Contest!
Collect World Cup badges and win free SBD
Support the Gold Sponsors of the contest: @good-karma and @lukestokes


Do you like SteemitBoard's project? Then Vote for its witness and get one more award!

Bom texto, na minha opinião em teoria você está correto. Vai acontecer um colapso, como já aconteceu antes. O que não dá para saber é exatamente quando; pode ser amanhã, daqui a 3 anos, ou até demorar mais.

Então o que podemos fazer é continuar diversificando nossos investimentos, se possível em mais de 1 país.

Também acredito que durante uma crise braba destas é interessante ter uma boa reserva de valor em bitcoin e outras criptos, além de dólar e ouro.

O que não dá é para entrar em desespero. Como não tem como saber quando vai começar, temos que ter um plano e ir nos preparando continuamente.

O grande problema é realmente o fato de não ser possível saber o quando... mas que vai acontecer, vai. Daí a nossa defesa que é necessário ter desde já, bear market ou não, um punhado de Criptomoeda no bolso.

Coin Marketplace

STEEM 1.21
TRX 0.14
JST 0.147
BTC 62829.38
ETH 2229.93
BNB 569.08
SBD 8.75