Incrível tempestade de areia em Marte

in astrophotography •  3 months ago

Marte registrado pela MRO antes e depois da tempestade (Fonte: NASA Video)



Segundo a NASA - Agência Espacial Americana, uma tempestade de areia tomou conta do planeta Marte. No começo deste mês a tempestade já assumia escala planetária.

O vídeo acima compara imagens de Marte no final de maio, antes da tempestade, e no início de julho, quando a tempestade já atingia dimensões assustadoras. Ele foi feito pela MARCI - Mars Color Imager, câmera instalada na sonda MRO - Mars Reconnaissance Orbiter ("prima" da LRO - Lunar Reconnaissance Orbiter que citei neste post e que monitora a Lua)

Em 9 de julho deste ano fiz meu primeiro registro de Marte com telescópio. Confira o resultado abaixo.

Marte_9_07_2018_trat.jpg
Meu primeiro registro do planeta vermelho

Com o meu telescópio, um refletor newtoniano de 6 polegadas de abertura, usando uma barlow 2x (lente que dobra a distância focal do instrumento e na prática produz efeito de dobrar o aumento do telescópio), e capturando as imagens com uma webcam Logitech C270 adaptada¹ para astrofotografia, daria para registrar alguns detalhes do relevo superficial de Marte. No meu registro astrofotográfico, porém, quase não vemos detalhe algum. Além do fato de que sou inexperiente em Astrofotografia com telescópio, a tempestade em escala planetária certamente prejudicou bastante a captura.

A ideia era aproveitar a aproximação de Marte com a Terra² que terá seu máximo na próxima sexta-feira, 27 de julho. Mas, além de ter que contar com a "sorte" de noites limpas e com pouca turbulência³ atmosférica, a tempestade marciana é um inesperado fator que comprometerá bastante os registros do planeta vermelho nesta aproximação com a Terra em 2018.

Segundo os cientistas, a tempestade marciana vai abrandar aos poucos. Mas ainda deve durar até setembro. Desde junho, quando começou, ela já compromete instrumentos que trabalham em solo marciano. O rover Opportunity, que opera com energia solar, teve suas baterias descarregadas e não está operando. O Curiosity, outro rover que está em Marte, por sorte opera com uma bateria nuclear e não depende da energia solar para trabalhar.



Abraço do prof. Dulcidio. E Física na veia!






¹ Na prática, a adaptação de uma webcam para astrofotografia consiste em retirar a lente da camerazinha, expondo o seu sensor, e a adaptação de um tubo de 1,25 polegada no corpo da webcam para que ela se encaixe no porta ocular do telescópio, no lugar da lente ocular. /Com isso projetamos a imagem capturada diretamente no sensor da webcam. A Logitech C270 é, dentre os diversos modelos de webcam disponíveis no mercado, uma das melhores para tal "gambiarra".

² Marte demora 687 dias (quase dois anos terrestres) para completar uma volta ao redor do Sol. Desta forma, se num ano a Terra está mais perto de Marte, no ano seguinte estará mais longe. Aproximações Terra-Marte ocorrem, portanto, a cada dois anos aproximadamente. Nova oportunidade de observar e fotografar Marte mais de perto só em 2020.

³ Quando observamos um astro daqui da Terra, o fazemos através da atmosfera, a camada de ar que envolve a Terra. Só que na atmosfera temos correntes de ar o tempo todo. Este movimento contínuo das partículas de ar faz com que as astro imagens captadas por telescópios em solo terrestre fiquem "tremulando", como se tivéssemos observando o astro através de uma camada de água em movimento. Esse efeito, conhecido como turbulência, atrapalha bastante os registros astrofotográficos. usando softwares e técnicas de astrofotografia, ainda que de forma amadora, conseguimos minimizar este problema. No inverno, em geral, a atmosfera tende a ser menos turbulenta. O céu tende a estar mais limpo. Uma aproximação de Marte em pleno inverno é um sonho. Mas a inesperada tempestade marciana um pesadelo.

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

Parabéns, seu post foi selecionado pelo projeto Brazilian Power, cuja meta é incentivar a criação de mais conteúdo de qualidade, conectando a comunidade brasileira e melhorando as recompensas no Steemit. Obrigado!

footer-comentarios-2.jpg

Boa, professor! Apesar de não conseguir imagens tão nítidas, só o registro de Marte já é algo incrível. Não sabia que o robozinho lá operava com bateria nuclear, ótima solução :D Obrigado por compartilhar ;)

·

Obrigado @casagrande!
Astrofotografia é o maior barato. Conseguimos hoje, de forma amadora, resultados que até pouco tempo só eram conseguidos por equipamentos muito mais profissionais.
Eu também não tinha de memória esta informações sobre a bateria do Opportunity não ser do tipo recarregável por energia solar. Isso o mantém acordado mesmo com areia voando pra tudo quanto é lado.
Abraço. E Física na veia!

Excelente post.
Será que algum dos rover's não registrou a chegada dessa tempestade, seria legal se a Nasa divulgasse as imagens de perto.

·

Obrigado @antigourmet!
Veja abaixo uma simulação das condições visuais gradativas em Marte desde o início da tempestade até o seu máximo (crédito: NASA/JPL-Caltech/TAMU).
21916_PIA22521-16[1].jpg
Lá em Marte aconteceu um verdadeiro apagão!
No vídeo abaixo você tem algumas fotos de Marte tiradas pelo Curiosity e que mostram a paisagem se apagando gradativamente com a intensificação da tempestade.

Se algum dia tivermos humanos habitando Marte, deve haver um plano para sobreviver com segurança às tempestades de areia que sempre acontecem por lá. Abraço. E Física na veia!
·
·

Muito legal, obrigado por compartilhar @fisicanaveia.

Fascinante!!! existe alguma teoria sobre o que gera essas tempestades? Seria semelhante aos furacões da terra mas com uma propagação maior pelo fato de não existirem mares?

Abraço!

·

Essa é a pergunta de 1 milhão de dólares @furiacs!
Tempestades de areia em Marte já são bem conhecidas e frequentes. Mas a maioria é bem localizada. E dura apenas alguns dias.
Eventos em escala planetária são bem mais raros. Mas já ocorreram antes.
Os cientistas ainda buscam explicações para o fato de que algumas tempestades evoluem para um evento gigante e longo enquanto outras tempestades são eventos pequenos e curtos.
Hoje temos 3 sondas orbitando e monitorando Marte. E o rover Curiosity em solo. Muitos "olhos" atentos que podem encontrar boas pistas.
Abraço. E Física na veia!

Marte é incrível. Não vejo a hora de mandarem uma nave tripulada para lá ! Aliás este assunto daria um post interessante. Abraço.

ptgram power

·

Eu também @pedrocanella!
A NASA tinha planos de mandar uma missão para Marte até 2020. Mas, por conta de cortes de verbas, isso foi adiado e eu chuto que antes de 2030 não rola nada neste sentido. Uma pena!
Buzz Aldrin, o segundo homem a pisar na Lua, é um entusiasta de uma missão tripulada para Marte. Entusiastas não faltam. Falta grana!
Vou anotar aqui a ideia de um post sobre a possível conquista de Marte.
Abraço. E Física na veia!

o planeta ficou só areia caramba, dia 27 marte vai estar visível a olho Nú professor ? parabéns pela captura da imagem.


ptgram power | faça parte | grupo steemit brasil

·

Obrigado @caiiiotkn!
Marte sempre pode ser visto a olho nu. Mas é um pontinho laranja, como uma estrelinha laranja. Nas aproximações, no entanto, Marte fica bem maior e bem mais brilhante. E aí é muito mais fácil de encontrá-lo. Já o observo a olho nu nos últimos meses e a evolução é bastante perceptível.


Ficou interessado em procurar Marte no céu? Você pode observá-lo a olho nu HOJE mesmo. :)
Siga a receita:

  1. A partir das 19h (depende da localização de onde você mora), já com céu escuro, olhe para o leste (lado do Sol nascente). Se tiver uma bússola (pode até ser um aplicativo bússola/compass no celular), encontre o ponto cardeal leste verdadeiro;
  2. Preferencialmente longe das luzes do centro da cidade, olhe um pouco para a direita do leste e um pouco acima do horizonte. Você deve notar um ponto bem brilhante, como uma estrela, e bem alaranjado. É Marte!
  3. Se tentar observar mais tarde, Marte estará cada vez mais alto no céu. Mas não tem erro: será um ponto bem alaranjado, tendendo para o vermelho, e muito brilhante, que facilmente se destaca no céu.

No dia 27 Marte vai atingir brilho máximo. Mas, como estamos perto de 27, a diferença a olho nu não será perceptível. Temos ainda uns 15 dias excelentes para observarmos Marte, mesmo a olho nu.


Abraço. E Física na veia!

Bonita foto do planeta vermelho, @fisicanaveia (prófi)... e é Física na véia! rsrs


ptgram power

·

Obrigado @aotearoa!
Física na véia dos 8 aos 80! :D
Abraço.

·
·

É nois profi... os seus pousti tis sao bom por bosta! Abs!

·
·
·

hahahahahhahaha
Vamos criar a tag #baoporbosta ?

·
·
·
·

Demorou prófi.... to dentro! rsrs