Cozinha, terapia, e algumas verdades.

in whriting •  last year 

Comecei a cozinhar fazendo papinha para a minha filha (guerreira ela porque na época a papinha tava mais com cara de grude). Uma coisa Leva a outra, e quando eu vi já tinha uma pasta cheia de receitas escritas a mão com rasuras, e considerações.
adam-dachis-454447-unsplash.jpg
Photo by Adam Dachis on Unsplash

Cozinhar pode ser considerado terapia, e por mais que juntar fermentos, farinhas, temperos, e alimentos como terapia pareça uma ideia estranha, para mim foi assim.
Principalmente na gravidez do meu segundo filho quando eu fiz as mais variadas receitas de pudim, e bolo, que possam ter na internet tive todos os tipos de experiência durante e depois de acabar uma receita, e é inevitável o sentimento de realização logo eu que ja fui tão injustamente acusada de não saber fritar um ovo.
A mise en place ajuda muito a tirar aquele habito de começar a receita e sair correndo atras dos ingredientes depois (correndo o risco de descobrir no meio da receita que um ingrediente esta faltando) parece até coisa de canal de culinária mas colocar tudo na mesa antes de começar a fazer a receita até mesmo no dia a dia ajuda a reduzir a bagunça e a perda de tempo só fui pensar isso muito tempo depois mas minha avó cozinha assim ela não deve fazer a mínima ideai do nome que essa organização leva mas tem o bolo de fuba mais gostoso do mundo.
Quando a cozinha casa com a curiosidade começa a melhor parte, e você começa a pensar na estrutura da receita, e descobre como mudar o sabor, que creme de leite pode ser substituído por iogurte, esse e o momento que você sai do território previsível da receita copiada de algum lugar e começa escrever a sua versão da mesma claro nem sempre tudo vai combinar um bolo de laranja que eu troquei o açúcar normal pelo mascavo não ficou lá tão bom quanto deveria ficar (até hoje não entendi o porque).
Qualquer semelhança da vida com a culinária não é mera conhecidência, e durante minhas aventuras na cozinha veio uma realidade:
E impossível não se apaixonar pelas quinquilharias que aparecem disponíveis por ai, de medidor a forma de silicone, de fuê silicone ate o elétrico. Eu acabei não aguentando e apreciadora de uma boa 1,99 que sou (aquelas bem bagunçada que vende de tudo) comprei varias coisas inclusive um fuê mas no fim não á nada que este aparato faça que um garfo não possa fazer também, vai dizer que não da pra levar isso para a vida.
Cozinhar é uma experiência banal, tem dia que eu faço algo na correria do dia nem noto mas é verdadeiramente gratificante, realmente interessante, e sem duvidas a melhor terapia que eu ja tentei.
Beijos
Mariana Pitteri.

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

gostei da reflexão, todos precisamos de um hobby para uma mente saudável.


ptgram power | faça parte | grupo steemit brasil

Olá @marianapitteri,

Também gosto de cozinhar mas ainda faço isso bem pouco devido a correria do dia-a-dia, não sei fazer muitas coisas de cabeça mas com a receita do lado vai heheh.
Sempre tive o costume de separar todos os ingredientes e já deixar picado o que precisa antes de começar. Apenas pouco tempo atrás descobri que se chamava mise en place heheh. Também acho que cozinhar pode ser realmente uma terapia.

Sucesso sempre!

ptgram power | faça parte | grupo steemit brasil

Que legal :)
Muito obrigada pelo comentario e sucesso para você também.
Beijos
Mariana Pitteri.

Eu infelizmente não posso usar esta terapia, pois se eu for ferver água eu tenho certeza que ela vai queimar...


ptgram power | faça parte | grupo steemit brasil

Bobagem falavam isso de mim também kkk
obrigada pelo comentario
beijo.
Mariana Pitteri