#DICIONÁRIO DA MÚSICA# - "Sara Bareilles"

in ptmusic •  24 days ago

Dona de uma voz sensível com um timbre sofisticado, essa californiana (nascida na cidade de Eureka) além de ser uma excelente cantora, também é uma ótima compositora e uma pianista com talento nato. Seu som é mais puxado para o lado do folk misturado com um pouco de jazz e blues (além de pitadas de bluegrass e pop).

Antes de começar a carreira solo, Sara Bareilles estudou na UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles) e fez parte de uma banda chamada Awaken. Mas os rumos logo mudaram depois que assinou um contrato com uma das gravadoras pertencentes a Sony Music, a Epic.

Fonte: Divulgação (World Wide Studios)

Careful Confessions (2004) foi o seu primeiro álbum em estúdio, mas não fez o barulho esperado. No entanto, ela não desistiu e persistiu... Logo depois teve o seu talento reconhecido adequadamente e ganhou a devida atenção.

O segundo álbum da cantora chegou em 2005. Intitulado Little Voice, foi uma grata surpresa no meio musical. Emplacou o hit "Love Song" e entrou no Top 05 da Billboard Hot 100... Um feito a ser observado com atenção (principalmente pelos críticos da área) por uma cantora iniciante em um cenário tão competitivo.

Em seguida, ela veio com o o EP Lipstick Jungle (em 2009), seguido do álbum Kaleidoscope Heart (em 2010). Depois voltou com outro EP, o Once Upon Another Time (em 2012). Seguido dos álbuns The Blessed Unrest (em 2013), um álbum contendo canções de um musical que ela estrou, What's Inside: Songs from Waiters (em 2015) e o mais recente Armor (2018).

Fonte: Divulgação (Elite Daily)

Toda a sonoridade dela é constante. Embora haja, além dos anos, uma mudança perceptível no seu estilo musical (ela é uma artista que gosta de tentar novas aventuras musicais e ir se renovando a cada novo trabalho, o que lhe garantiu outros grandes hits como "Gravity" e "I Choose You"), a fidelidade no que diz respeito a qualidade da sua voz é evidente. Um som que é muito agradável aos ouvidos e uma artista incrível de ser assistida.

Seus shows / tours são sempre marcados por apresentações intimistas, ótimas canções (incluindo alguns covers) e diversos arranjos musicais improvisados (despertando e aguçando assim, uma maior curiosidade e apreço mais forte dos fãs para com o seu trabalho). Tem trabalhos marcantes também no teatro e em diversas apresentações ao vivo em programas de TV.

Gostou da indicação? Então fica aqui a minha indicação para conhecer o trabalho dela:

[ Discografia ]

"Careful Confessions" (2004)
"Little Voice" (2005)
"Lipstick Jungle" [EP] (2009)
"Kaleidoscope Heart" (2010)
"Once Upon Another Time" [EP] (2012)
"The Blessed Unrest" (2013)
"What's Inside: Songs from Waiters" (2015)
"Armor" (2018)

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

Parabéns, seu post foi selecionado para o BraZine! Obrigado pela contribuição!
BraZine.png

·

Obrigado! ;)

This post was upvoted by SteeveBot!

SteeveBot regularly upvotes stories that are appreciated by the community around Steeve, an AI-powered Steem interface.

·

Thanks!

Gosto bastante de Sara Bareilles! Uma voz muito agradável, Gravity será intemporal.
Ainda por cima é uma gata ;)

Posted using Partiko Android

·

Eu gosto muito da Sara. Além da beleza e do talento, ela ainda tem aquele jeitinho cativante... Haha! :)

·
·

Aprovado! 😁

Posted using Partiko Android