Economia 101 - 017 - Rendimentos Decrescentes

in #pt2 years ago (edited)

Economia 101 (1).png


Uma coisa interessante sobre a economia são como as coisas possuem relações entre si e como elas agem ou linearmente ou exponencialmente. A. R. J. Turgot foi um dos que entenderam como algumas relações que se achavam lineares, na verdade, eram curvas. Pensador fisiocrata, Turgot elaborou uma teoria sobre a produção de cada trabalhador, dizendo que ao adicionar um trabalhador extra em um grupo de trabalhadores, o seu rendimento era menor do que o penúltimo contratado. Em outras palavras, a adição de mais e mais trabalhadores, não aumenta a produção na mesma proporção, mas cada vez que um novo trabalhador é incluído, menor seria a sua produção.

Guerneau de Saint-Péravy acreditava que, se houvesse mil trabalhadores em uma terra, e fosse incluído mais mil, a produção de alimentos iria dobrar. Porém, Turgot foi contra este pensamento, dizendo que as relações não são lineares mais sim exponenciais. Por exemplo, se a terra não for arada, ela produzirá pouco, se ela for arada uma vez produzirá o dobro e se for arada duas vezes, produzirá quatro vezes mais. Entretanto, ao se fazer isso, chegará um momento em que o solo irá ficar sem fertilidade devido a exaustão dos nutrientes. Isso significa que, existe um limite ao qual a produção cresce exponencialmente, e depois deste limite o acréscimo de mão de obra, não afeta o resultado final, ou ainda, pode muito bem diminuí-lo.

Essa ideia é conhecida como "rendimentos marginais decrescentes", ideia essa que é muito importante para o estudo da economia moderna, pois ela consegue explicar como o custo aumenta para se produzir mais, mas também como é difícil manter um país rico quando sua população cresce mas não há melhoria tecnológica nas áreas de produção.

Na próxima postagem vamos falar do paradoxo do valor.



Roberto Ueti

Sort:  

Saudações, robertoueti

Realmente man. Penso que não adianta a mão de obra dobrar, se, a demanda não dobrar ou ficar maior que o dobro, ou, se os investimentos em tecnologia não forem feitos, ouuu, se o produto que essa mão de obra produz tiver uma capacidade de produção linear, ou seja, não adianta dobrar o número de 5 para 10 trabalhadores para colher maçãs, se só existirem 2 pomares no local. Alguns trabalhdores ficarão parados, ou, pode até dar "briga" para ver quem colhe as maças, isso diminuirá a produção e causará maior gasto de dimdim.

As coisas precisam ser bem planejadas antes de serem feitas nessa área, ou, perderá-se tempo e dinheiro.

Obrigado pela postagem e bom dia!!!!

@julisavio, exatamente. O que a teoria dos rendimentos decrescentes falam é exatamente isso. O valor da mão de obra não é linear, e sim uma curva, normalmente interpretada pela curva logarítmica.

Por isso é sempre necessário buscar formas de melhoria e desenvolvimento de processos, de modo que se torne o processo independente dos humanos mais produtivos, assim a cada indivíduo que for adicionado a tarefa terá mais espaço para produzir.

@theactuary, exatamente.
A discussão sempre tem que ser sempre em inovar e não somente aumentar a produção.

Parabéns, seu post foi selecionado pelo projeto Brazilian Power, cuja meta é incentivar a criação de mais conteúdo de qualidade, conectando a comunidade brasileira e melhorando as recompensas no Steemit. Obrigado!

footer-comentarios-2.jpg