#FILMOTECA# | Blade Runner 2049 (2017)

in pt •  5 months ago

Em busca da humanidade

Em 1982 foi lançado o sucesso cult que descreve uma sociedade distópica na qual a humanidade convive com replicantes. 35 anos após o primeiro filme foi lançado o novo longa, cuja história também avança três décadas. Dirigido por Denis Villeneuve, diretor de Arrival (A Chegada), e produzido por Ridley Scott, o diretor do filme original, BR 2049 traz Harrison Ford como Rick Deckard, personagem já apresentado no primeiro filme, Ryan Gosling como o replicante ‘K’ e Robin Wright como a tenente Joshi.


Imagem: cena do filme

Com uma fotografia sombria e nebulosa, revive-se uma sociedade ainda nostálgica por ídolos dos anos 1950, como Elvis Presley e Frank Sinatra. O novo longa-metragem revisita questionamentos éticos já apresentados no anterior, trazendo mais indagações sobre aquele modelo de experiência social. No filme de 1982 já surgiram questionamentos sobre os paradoxos entre os avanços tecnológicos e biológicos que possibilitariam a clonagem com ‘melhoramentos técnicos’ de humanos, bem como os seus reflexos sociais, econômicos e existenciais. Os replicantes são clones de humanos, contudo, desprovidos de alma, de humanidade. São humanoides que receberam as características físicas da força, sagacidade e, obviamente, do padrão de beleza ocidental.


Imagem: cena do filme

No primeiro filme, apresentou-se a capacidade de um replicante ter a percepção de que é desprovido de alma e, portanto, um escravo destinado a cumprir uma determinada missão. Estes seres foram dotados de toda a estrutura biológica dos humanos, mas não fazem parte da humanidade. Além de desprovidos de alma, os replicantes foram desenvolvidos para cumprir funções específicas naquele futuro, como colonizar planetas inóspitos e realizar os trabalhos indesejáveis. Agora, no segundo filme, ao se depararem com o fato de que um de seus pares pode se reproduzir, assumem um novo propósito, um que não lhes foi dado pelo homem (ou foi?). Os efeitos políticos, que aqui se assemelham à revolução haitiana, reproduzem uma rebelião de replicantes, agora determinados a reivindicarem sua humanidade e seu espaço na sociedade.


Imagem: divulgação

A narrativa principal é desenvolvida por Ryan Gosling, o qual sutilmente cresce como um personagem que é defrontado com a possibilidade de ser único de sua espécie, de ser o primeiro filho de uma replicante com um humano. O telespectador descobre isso ao mesmo tempo que se depara com a informação de que ele também pode não ser tão especial, pois há uma suposta irmã gêmea que, dada como morta, compartilharia do mesmo código genético de 'K'. O filme, a partir dessa informação, transforma-se em uma rede de esperanças que envolvem o personagem e o telespectador.


Imagem: divulgação

Se no primeiro filme foi apresentado o surgimento de uma condição de deidade (no sentido de criador) aos proprietários da nova tecnologia, assim como um deus que dá vida a um corpo de barro, agora em BR 2049, reflete-se sobre o momento em que a criatura adquire a autonomia de criar por si só, ou seja, quando ela identifica sua humanidade. Se no primeiro filme a trama ocorre em torno da transformação do humano em um deus, agora, em BR 2049 vemos o replicante reivindicando sua humanidade.


Renan Jark

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

@renanjark, I gave you an upvote on your post! Please give me a follow and I will give you a follow in return and possible future votes!

Thank you in advance!

Congratulations! This post has been upvoted from the communal account, @minnowsupport, by renanjark from the Minnow Support Project. It's a witness project run by aggroed, ausbitbank, teamsteem, theprophet0, someguy123, neoxian, followbtcnews, and netuoso. The goal is to help Steemit grow by supporting Minnows. Please find us at the Peace, Abundance, and Liberty Network (PALnet) Discord Channel. It's a completely public and open space to all members of the Steemit community who voluntarily choose to be there.

If you would like to delegate to the Minnow Support Project you can do so by clicking on the following links: 50SP, 100SP, 250SP, 500SP, 1000SP, 5000SP.
Be sure to leave at least 50SP undelegated on your account.

Boa @renanjark, esse é um clássico dos clássicos que eu ainda não consegui assistir, no inicio achei que fosse um remake, mas ao prestar mais atenção e ao ler aqui é claro tenho plena certeza que deveria ter assistido muito antes!

Obrigado por compartilhar e seja bem vindo!

·

Esse é um filme que eu recomendo bastante, @alexandrecseco. Principalmente se você gosta de ficção científica com pitadas filosóficas existencialistas. Por sinal, sou muito fã do diretor, o Denis Villeneuve, e acho que vale muito a pena dar uma olhada na filmografia dele. Tem uns filmes ótimos, como 'A Chegada', 'Sicario', 'Incêndios', entre outros ;)

·
·

Opa, pode deixar que vou dar aquela olhada na filmografia sim! :)
Ficção cientifica é tudo de bom! :)

Parabéns pelo primeiro post!! Agora é conseguir entende esse universo paralelo que é o #steemit e depois que entender o #ptgram e entrar na trilha né @casberp?

Olha só @wiseagent, o @renanjark já chegou colaborando com a #filmoteca, heim!

ˆ!ˆ

E quem vai gostar, acho que será a @leticiachiantia, que postou sobre as distopias.

Pra você muitos beijos e abraços! Até a próxima!Logo-50.png

projeto #ptgram power

·

Chegou chegando, heim?! Haha... Mandou ver!

·
·

Num é? hehe

·
·

Haha... Valeu! :)

Bem vindo Renan!
Fiquei apaixonada por esse filme, preciso assistir o primeiro agora!
Começou bem :D

·

Obrigado @ignis2! :)

You have gotten a vote courtesy of @leodelara!
They have enlisted the help of the @alliedforces!
We gladly answer your call!
(@alliedforces is a collaboration of witnesses @jatinhota & @enginewitty)
Have you supported your favorite witnesses?

@renanjark, muito bom teu post sobre o filme.

Já assisti tanto o original quanto o remake e ambos tem ótimas perspectivas, mas eu acho tudo muito lento e longo demais. Mas, o Villeneuve tem um futuro promissor como diretor.

Aproveito esse comentário para te indicar - com base nessa tua escrita - os projetos @boxdeseries e #biblioteca, tenho certeza que tu irás curtir participar e contribuir. Há outros projetos também, mas você irá conhecendo-os aos poucos.

Seja bem-vindo! ;)

·

O filme realmente tem um ritmo mais lento, uma proposta mais contemplativa. Eu não necessariamente acho isso algo ruim visto que a história tem várias nuances e o filme vai dando tempo para quem está assistindo ir digerindo tudo com calma, aproveitando o visual incrível e a trilha sonora (os quais contribuem muito para a dinâmica do filme). De qualquer forma, entendo que ele realmente destoa do padrão de filmes que estão saindo, principalmente os de ficção científica, que tendem a ser muito dinâmicos (para não dizer velozes).

Muito obrigado pela indicação. Já estou de olho de projeto @boxdeseries. Logo posto algo lá!

Abraço! :)

Parabéns, seu post foi selecionado pelo projeto Brazilian Power, cuja meta é incentivar a criação de mais conteúdo de qualidade, conectando a comunidade brasileira e melhorando as recompensas no Steemit. Obrigado!

footer-comentarios-2.jpg

·

Muito obrigado! :)

Parabéns pelo excelente post. Sou viciado em cinema. O Clássico original é maravilhoso e já assisti muitas vezes, nunca me canso de rever este filme. Este novo ainda não vi. Espero que também seja bom. Você é novo no Steemit, ainda não escreveu um post de #introduceyourself? É interessante pois vai trazer mais pessoas para acompanhar teu blog. Que por sinal está excelente. Já estou acompanhando. Um abraço.---

ptgram power