Carma existe? Sobre hipocrisias, mimimi e "lei do retorno"

in pt •  last month


Fonte da imagem

Por motivos que creio que todo mundo tem ciência, temas como “carma”, do “quem semeia vento colhe tempestade”, “quem prega violência não pode reclamar de violência”, “aqui se faz, aqui se paga”, " foi a lei do retorno" tem sido uma constante nos últimos dias.

“Na vida real” e no espaço virtual, vi esses discursos e suas variantes nas redes sociais, em grupos de conversa, no ônibus, na padaria, etc., vindo de diversas fontes, homens, mulheres, pessoas pretas, brancas, politizadas, e não politizadas, etc.

Digo logo de principio, que não acredito muito nessas teses e teorias.

Não acredito por n motivos , o principal é por observar o fato de que muita gente inocente sofre mais durante a vida do que quem comete crimes abomináveis.

“Ah, mas fulano pegou era ruim e pagou tendo cancer no fim da vida”, “Fulano era ruim e viveu os últimos anos doente com doença x”

Creio que doenças que afetam seres humanos em geral, principalmente pessoas idosas não podem ser consideradas “punição”, menos ainda quando a pessoa que supostamente está recebendo essa punição viveu 60, 70, 80 anos no bem bom construído com base na destruição de outras pessoas.

Além disso pessoas “boas” também sofrem dessas doenças.

Dito isso, também digo que não quero entrar aqui, nesse post, em juízo do que é uma pessoa boa ou ruim, até porque isso tem meandros relativos, filosóficos, morais, éticos, legais, etc., que para destrinchar levaria mais linhas do que as que pretendo escrever.

E o que você quer falar então?

Quero falar é que, as vezes, bem as vezes, a vida pede coerência, e faz muita gente morder a lingua. E quando isso acontece, responsabilidades precisam serem assumidas, e a desculpa de que "é só uma brincadeira", depois de um ponto não cola.

Existem pessoas que vivem a vida desmerecendo outras, propagando discursos de ódio, agredindo, fazendo falsas acusações, e junto com seus seguidores, age como se fosse dono da verdade, condenando a revelia, e atacando geralmente pessoas que não possuem muitos recursos ou apoio.

41170167_2241192122561965_7330699529987031040_n.jpg
Para refletir

Isso tudo vem atrelado geralmente a ideologias, algumas com fundo religioso, outras de cunho político-social.

É aí que a porca torce o rabo. Religião ou ideologia geralmente implicam em crenças. Crença de que o caminho trilhado é o certo, crença de que todo mundo fora desse caminho é pecador e merece sofrer, e por aí vai. E quando quem propaga essas crenças têm poder e privilégios, a coisa piora.

Não curto muito falar do Brasil, mas somos um país que infelizmente a educação, a empatia, o conhecimento de história, o senso de pertencimento, etc., são raridade.

Sofremos em diversos governos, desde o início da concepção dessa nação que se chama Brasil, um massacre contra o povo menos favorecido, seja a maioria desse povo indigena, negra ou pobre, esses são os fatos.

Houveram regimes que mataram direta ou indiretamente pessoas de todas essas categorias. O período da ditadura(sim, ditadura), por exemplo, matou pessoas negras, chacinou indigenas(há poucas informações sobre, mas tem, quem quiser saber mais, pode ver aqui e aqui) e em 1973 morria uma média de 52 crianças por hora, em sua maioria no nordeste, que sempre foi abandonado, e que tinha uma grande população mista(brancos, negros, caboclos, cafusos, etc., isso sem contar os adultos(leia mais aqui), isso tudo foi abafado, escondido, e muita gente ainda nega que tudo isso ocorreu…

Para além disso, mesmo na nossa atualidade, vemos diariamente notícias de populações indígenas, ribeirinhas, quilombolas, lgbt, pobre, etc., tendo seus líderes e integrantes morrendo. Vivemos num país em que morrem aproximadamente 50 mil pessoas por ano por meio de assassinatos, e praticamente o mesmo tanto de crianças recem nascidas(mais sobre aqui e aqui).

Isso tudo só considerando números oficiais. Portanto dizer que a população com menos recursos não sofre, é mentira.

Porém existem pessoas que parecem que vivem em uma realidade paralela, atacando por ignorância ou malícia mesmo quem busca expor esses fatos e procurar soluções eficazes de médio e longo prazo.

Nesses últimos tempos essas pessoas tem encontrado líderes para propagar seus discursos, líderes que falam de metralhar oponentes, que fazem odes a torturadores e a ditadura que afligiu nosso país, que dizem que matar pessoas é a solução para criminalidade, desigualdade, etc.

Esses lideres e seus seguidores, em sua maioria desejam e desdenham das desgraças que afetam os seus opositores, tiram sarro e fazem montagens de crianças fuziladas por uma policia ineficiente(veja aqui), ou espalham mentiras sobre uma vereadora, mãe, que foi assassinada cruelmente em um crime ainda não desvendado(veja aqui).

E quando acontece algo que os afeta se surpreendem com uma reação extrema da contraparte, se fazem de vítimas, dizem que nunca propagaram ódio, que só o outro lado propaga o ódio.

Porém, os fatos têm mostrado que o ódio existe de todos os lados desse cenário. E nesses últimos dias a realidade expôs isso. Ainda tem quem negue, ainda tem quem tente desconversar, esbravejar, acusar, porém os fatos estão postos.

Como disse acima, não acredito em carma, não acredito em lei do retorno, porém acredito que devemos ter coerência, se desejamos algo de ruim e injusto para outras pessoas, principalmente quando desejamos para pessoas desfavorecidas, e por ventura esse algo que desejamos acontece conosco, devemos ter a dignidade de assumir as consequências, de não ficarmos de mimimi, nem posarmos de vítimas.

41067163_1117412898416893_6260258431303680000_n.jpg
Outra imagem para refletir

Se pregamos ódio e sofrermos ataques de ódio, devemos ter a coragem de assumir a nossa parte no correr das coisas, mais ainda quando o privilégio está do nosso lado. Para pregarmos empatia, devemos ter empatia, principalmente quando somos pessoas públicas, caso contrário o que acontecerá é que quem tem senso crítico perceberá a falta de equilíbrio nas ações.

Acredito que somente tendo a consciência do que fazemos e assumindo as consequências reais do que fazemos, não menos do que isso, só assim, esse ciclo de violência e ódio pode ser quebrado.

Acredito também que não dá para julgar a reação e a falta de empatia das outras pessoas quando nunca tivemos a mesma atitude com elas.

Além disso acredito que o tempo tende a mostrar o que aconteceu no passado, mesmo que as pessoas que fizeram atrocidades não paguem, mesmo que as pessoas que sofreram essas atrocidades não recebam reparação, se for algo feito em larga escala, o tempo tende a mostrar.

Diferenças ideológicas não devem ser resolvidas com violência, e apologia a violência não é a solução, nem fugir da responsabilidade, é lamentável o correr dos fatos e precisamos urgentemente mudar de rumo. Que as pessoas avaliem bem esses últimos acontecimentos, parem para refletir e tomem ações melhores.

O Brasil precisa disso, e as gerações futuras merecem um futuro melhor, é nossa responsabilidade entregar isso.

E você? O que acha de toda essa situação? Comente abaixo!!

Se você gostou desse post, dê um upvote, um resteem, caso tenha alguma crítica construtiva, dúvida ou sugestão, comente aí, estamos aqui para aprender e melhorar!! Grato pela atenção e até!!!

This post was written in Portuguese. Consider using Google Translate or other online translator to help you with translation.

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

Não acredito em lei do retorno, mas dou algum crédito ao que chamam de "inferno astral".

Já no caso do brasileiro, o maior problema é que a ignorância é incentivada, dada como normal e recompensada. Vem da nossa cultura, como você disse, através dos vários governos.

As pessoas não sabem como é ser outra coisa, pois não têm bons exemplos do mesmo.

·

Pois é @felipejoys, faltam bons exemplos, e depois quem mesmo dá mau exemplo não entende porque as pessoas seguem o que foi ensinado...
Grato pelo comentário!!

Ótima reflexão, @paulo.sar! Também não acredito em uma relação direta de ação e reação nas relações humanas, muitas vezes inocentes pagam pela inconsequência de outros. Mas algumas vezes acabamos colhendo as consequências dos nossos atos, sim. O atentado ao candidato à presidência, por exemplo, não me surpreendeu, já que o seu discurso sempre foi de enfrentamento e incentivo à violência. Nada justifica o ataque, é claro, mas poderia acontecer a qualquer momento. Assim como outros políticos já sofreram ataques também por diversos motivos. Já a declaração "nunca fiz mal a ninguém" seria cômica se a situação não fosse tão grave. É um tema para uma boa reflexão, sem dúvida, obrigado por compartilhar ;)

·

Pois é, o acontecido em si foi lamentável, não deveria ter sido assim. Agora ambos os lados tem que assumir responsabilidade pelo acontecido, e buscar uma solução o quanto antes!
De nada e eu que agradeço pelo comentário!!

Eu acredito em lei do retorno, mas tbm concordo que um processo de envelhecimento muito sofrido não é necessariamente a colheita de uma atitude ruim no passado. Acho que a consequência ruim de uma atitude ruim muitas vezes acontece no campo subjetivo mesmo (por isso tão difícil de ser observada), e não necessariamente através de eventos externos ruins.

Mas você disse outra coisa aí que concordo muito: precisamos tomar cuidado com o que dizemos pois podemos morder língua. O que a gente sai proferindo por aí tem consequências mesmo.

Sobre esse senhor aí, infelizmente ele profere o que muitos outros gostariam de dizer e não podem ou não tem coragem. As pessoas que o apoiam sabem que se dissessem as mesmas coisas em seus círculos sociais seriam repreendidas ou boicotadas, devido ao conteúdo ofensivo, limitado e preconceituoso do seu pensamento. Por isso esse senhor se tornou um porta-voz do ódio e do ressentimento. : (

·

Pois é @aliny!! Boa analise do que faz certas pessoas se destacarem!! Grato pelo comentário!!

Congratulations @paulo.sar! You have completed the following achievement on the Steem blockchain and have been rewarded with new badge(s) :

Award for the number of comments received

Click on the badge to view your Board of Honor.
If you no longer want to receive notifications, reply to this comment with the word STOP

Do not miss the last post from @steemitboard:

SteemitBoard - Witness Update

Support SteemitBoard's project! Vote for its witness and get one more award!

Congratulations @paulo.sar! You have received a personal award!

1 Year on Steemit
Click on the badge to view your Board of Honor.

Support SteemitBoard's project! Vote for its witness and get one more award!