Vem tempestade por aí!

in pt •  5 months ago  (edited)

Chegando ao meio de semana, a S & P vai mostrando que o mercado americano está confirmando a tendência de recessão americana. Diversos economistas já anunciavam, desde a crise de 2008, a famosa crise dos subprimes, denunciavam que nada mudou, que os bancos continuavam criando dívidas, e todos os títulos imaginários, sobre mais dívidas, nos setores públicos e privados.

A desigualdade volta aumentar, em diferentes moldes, mais gente muito rica, ao custo de desinvestimento social. Mantendo um ciclo danos sociais construído ao longo da história.

Muitas pessoas, com as demandas da vida, acabam ficando sem dinheiro para dar conta das dívidas, e passam a não pagar. Dívidas que se multiplicam exponencialmente na mão dos bancos, quando não, na mão dos agiotas. Sofrimento individual, consequentemente sofrimento familiar. Vejo isso todos os dias.

Mais consumo, mais objetos de prazer, mais desvalorizadas as moedas fiduciárias ficam, mesmo alguns países conseguindo controlar inflação, como o Brasil. O poder de compra de cada pessoa é subvertido aos impostos, financiando um Estado fraudulento, moldado historicamente da relação incestuosa do Estado, com muitas empresas, que financiam/elegem seus candidatos, que legislam para elas próprias.

Sem contar a guerra do cambio na geopolítica, sabe-se lá no que isso vai dar...

Mas o mundo imaginário do capital financeiro ganhou novos símbolos, a linguagem do dinheiro vem mudando nos últimos anos com a internet, mais ainda nesses últimos anos, em que a disruptiva tecnologia blockchain, a partir do Bitcoin, e suas consequentes Altcoins, trazendo a onda de tokenização de valor humano aos tokens da sociedade digitalizada.

Sabe-se que com as crises, os investimentos de quem tem dinheiro, não muitos, concentram-se nos investimentos de baixo risco, pelo menos os que sobrevivem. Já que até o baixo risco em grandes crises é arriscado.

No entanto, a alta volatilidade e facilidade dos grandes investidores de trilhar esse novo caminho dos objetos financeiros, fazem com que os criptoativos sejam uma boa oportunidade. Os economistas que acompanho recomendam ouro, é uma boa também.

O mercado brasileiro também pode ser visto com bons olhos pelos grandes jogadores, ainda mais se conseguirem aprovar a reforma tributária, já que a bancada empresarial já conseguiu a reforma trabalhista e a reforma da previdência. E depois da queda, a recuperação é exponencial, ficar atento aos especialistas em mercado, e as notícias, podem ajudar bastante.

Tomara que o bitcoin torne-se realmente o novo ouro digital, e a internet do dinheiro torne-se acessível para muita gente. Socialmente não vejo muitas saídas...

steem.png

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

This story was recommended by Steeve to its users and upvoted by one or more of them.

Check @steeveapp to learn more about Steeve, an AI-powered Steem interface.

Thank you so much for participating in the Partiko Delegation Plan Round 1! We really appreciate your support! As part of the delegation benefits, we just gave you a 3.00% upvote! Together, let’s change the world!

This post had received 37.92% upvote from @steemitportugal account!
Vote for @steemitportugal to Witness. Your vote is very important to us!
Visit our WebSite www.steemitportugal.com (tutorials,news...)
Thank you very much.
Click here to vote
steemitportugal
Delegation for daily voting: 10SP-25SP-50SP-100SP-250SP-500SP-1000SP

Excelente texto! ;D
Sobre o assunto recomendo o vídeo de Fernando Ulrich, A maior crise financeira global está por vir

Obriado pelas dicas e retificações. Ele é muito bom e preciso. Acompanho pelo Twitter também. Muito bom esse vídeo. Gosto também do James Rickards, trazendo as perspectivas atuais sobre o mercado, bem parecidas com a do Fernando Ulrich.

Excelente texto @matheusggr.
Nos textos que escrevi acerca do modo de produção capitalista já alertei sobre isso. É o mal do neoliberalismo global que estamos vivendo, concentração de renda tira dinheiro do consumo, é fato, uma hora a conta chega. E quando os governos se dão conta disso, eles vem a intervenção estatal mas de modo errático e falho, pois nunca é nos moldes ideais de distribuição.
Não vejo ouro e criptoativos como salvação, o ouro talvez possa ser uma saída de reserva para quem tem muito FIAT guardado, não é para a massa. E as criptos podem também sofrer com crises, já que é difícil comprar algo diretamente com elas, tem que transformar em moeda estatal quase que obrigatoriamente e, em uma crise, quem precisar comer ou de qualquer outro item básico, venderá suas reservas.
Estou bem cético em relação a uma saída, ainda mais se olharmos para a configuração global de diversos Estados inclusive o Brasil, mas vida que segue e continuar tendo esperanças que algo mude.

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Exato. Acompanhei esses seus textos, e certamente fizeram parte dessa resenha. O ouro é um objeto de valor há milhares de anos, escasso, e costuma segurar quem tem esse recurso. Que sabemos q são poucos né? Kkk

Também não acredito que as criptos serão um milagre. Mas vejo com bons olhos, ainda está começando, mas a possibilidade de fazer trocas diretas cada vez mais vem aumentando. Ainda tem muitas tecnologias por sair para integrar o universo das criptos à sociedade. Mesmo assim, para muita gente vai precisar alguém para integrar os excluídos tecnologicamente. Gosto muito da visão do Manuel Castells, sobre uma mudança futura da desigualdade financeira por acesso e conhecimento das tecnologias...

Posted using Partiko Android

Temos que estar preparados para o pior.

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

This post was upvoted by SteeveBot!

SteeveBot regularly upvotes stories that are appreciated by the community around Steeve, an AI-powered Steem interface.