A terceira porta, como pessoas de sucesso lançam suas carreiras

in #pt3 years ago (edited)

Outro dia ouvi falar sobre o livro "The Third Door: The Wild Quest to Uncover How the World's Most Successful People Launched Their Careers" ("A Terceira Porta: a busca selvagem para descobrir como as pessoas de maior sucesso do mundo lançam suas carreiras"), de Alex Banayan, ainda sem versão em português.

Ainda vou ler o livro, já está na minha wishlist, quando tiver lido escrevo um post mais aprofundado sobre, mas ao que entendi, o autor tenta encontrar padrões e traçar um perfil que costuma ser seguido, mesmo que inconscientemente, por grande parte das pessoas de "sucesso" (as aspas aqui são em razão dos diversos significados que essa palavra pode ter).

O título do livro usa como analogia algo que parece comum nas boates dos EUA (e não sei se no Brasil também, e sim, não sou muito frequentador), geralmente existem 2 portas:

  • 1ª Porta: entram as pessoas "comuns".
  • 2ª Porta: entram as pessoas VIPs, artistas, famosos e influentes.

E aí o autor usa essa referência pra falar de mais uma porta, que leva o título do livro:

  • 3ª Porta: uma porta pela qual as pessoas encontram uma certa dificuldade para entrar, pulam para entrar, fica quase que escondida, por vezes não é tão atrativa de início, mas que essas pessoas tão determinadas conseguem entrar.

Em sua pesquisa, o autor entrevistou dezenas de personalidades reconhecidas em suas áreas, como Bill Gates, Warren Buffett, Lady Gaga, Steven Spielberg e Larry King.

Este último, inclusive, o convidou para uma entrevista, que super indico, mesmo que esteja em inglês (com legendas também em inglês):

[spoilers]

Gostei tanto da entrevista que senti vontade de enumerar alguns pontos interessantes que merecem destaque.

1. Definição de Sucesso

De início vale dizer sua definição de sucesso, já que o autor confessa que no início tinha uma visão que ter sucesso significava ter muito dinheiro, negócios lucrativos e/ou poder, entretanto, no decorrer do livro ele muda sua percepção, entendendo que sucesso é olhar pra dentro de si, se questionar o que realmente se quer, bem como ter aquilo que o faz feliz.

Usando um exemplo trazido na entrevista, podemos refletir que, alguém que trabalha como motorista de ônibus e tem como objetivo atender os passageiros da melhor forma possível, juntar dinheiro para dar uma boa educação aos seus filhos, ter algum tempo de lazer e descanso com sua família, e que consegue fazer tudo isso, essa pessoa é alguém de sucesso, tal como o executivo que deseja aumentar seus rendimentos e tem êxito nisso.

Outra questão levantada é que, não basta apenas ter êxito nas vontades profissionais, ele lembra que não pode ver como pessoa de sucesso um empresário que consegue todo dinheiro que quer com sua empresa mas não consegue algumas horas pra passar com os filhos.

Logo, podemos entender que por essa definição de sucesso, significa obter êxito naquilo que se quer em diversas áreas e ter aquilo que o faz feliz.

2. Mindset do que é Possível

Segundo Alex, uma das coisas mais incríveis que o livro pode proporcionar, é que pode mudar a visão do que as pessoas pensam que podem ser possíveis, e quando se muda o que alguém acha que é possível, muda-se o que se torna possível.

3. Tomada de Riscos, Ausência de Medo X Coragem

Outro ponto interessante é quando ele fala sobre a tomada de riscos, que todas essas pessoas tomaram riscos, mas não da forma que inicialmente ele imaginava. O risco tomado por essas pessoas não era acompanhado por uma ausência de medo, essas pessoas estavam com muito medo, mas eles também estavam com muita coragem. E aqui ele faz uma diferenciação entre ausência de medo e coragem:

  • Ausência de medo: pular do penhasco.
  • Coragem: ter consciência do medo, analisar as consequências e decidir que você vai dar um passo adiante de qualquer modo.

4. Nascidos em Berço de Ouro

Em um determinado momento cita Ivanka Trump, dando a entender que ela não se encaixa no tipo de gente que entra pela 3ª Porta, não porque não tenha tido êxito em seus objetivos, mas sim porque, digamos, ter nascido em "berço de ouro" contribuiu para que grande parte do que alcançou talvez já estivesse sendo entregue de mãos beijadas em seu caminho.

5. Gentileza

Banayan faz questão de destacar que em todas as entrevistas realizadas para o livro, as pessoas sempre foram gentis e agradáveis com ele, desfazendo um pouco a imagem que algumas pessoas têm que indivíduos nessas posições são necessariamente desagradáveis ou arrogantes.

6. Modéstia X Humildade

Do ponto anterior podemos fazer um link para outro assunto também discutido, que é a diferença entre modéstia e humildade:

  • Modéstia: não reconhecer que é uma pessoa especial, nem merecedor de determinados parabéns, desdenhando de tais afirmações.
  • Humildade: vem mais de dentro, da noção de que seu caminho teve contribuição de outros, e que todas as coisas que se tem alcançado tem participação e sacrifício de outros, seja seus pais, sua família, etc.

7. Millennials

Sobre os chamados Millennials, também é discutido que grande parte deles estão tomando ciência da nova percepção de sucesso, saindo do modelo de pensamento de que a vida é trabalhar dezenas de anos num determinado lugar, se aposentar e pronto, e passando a ver que podem ir além daquela opção, podendo criar um negócio a partir de casa, tomar um controle maior de sua própria vida, ir atrás das oportunidades e até mesmo criar suas próprias oportunidades.

8. Sacrifícios, prazeres de curto prazo X ganhos de longo prazo

Mas alcançar o sucesso, como é mencionado, frequentemente também significa desistir de algumas coisas, sacrificar prazeres de curto prazo para obter ganhos de longo prazo.

9. A Importância da Fé

Sobre a importância da , Alex acredita que independentemente de religião, a fé, como sendo a ideia de que algo vai dar certo no final, não é somente algo útil, mas necessário. Justifica que se alguém segue em uma jornada sem alguma fé, seja no universo, em deus, etc, se torna uma jornada extremamente solitária e assustadora.

10. Ego

Quando perguntado sobre o ego que muitas pessoas possuem, Banayan recorda o perigo de se deixar controlar pelo ego.

11. Conselho para encontrar "seu chamado"

Por fim, quanto aos conselhos que daria para alguém que está tentando encontrar "seu chamado", Alex sugere que se cerque de pessoas que o faz sentir seguro de dar o salto que se é necessário dar, alertando que uma das maiores coisas que amarram as pessoas, estejam elas conscientes disso ou não, é está cercado de familiares e amigos que estão constantemente duvidando de sua capacidade.

Sort:  

Excelente, estarei acompanhando com interesse e atenção as postagens sobre o livro!


projeto #ptgram power

Coin Marketplace

STEEM 1.25
TRX 0.13
JST 0.141
BTC 60100.19
ETH 2151.65
BNB 604.09
SBD 9.03