[Opinião & Dúvida]: A Tag #PT é Bilíngue? Lutamos por Uma Tag para Escrever Textos Bilíngues?

in pt •  10 months ago

Nossas Publições São Bilíngues ou Somente em Português?


Estou com uma dúvida tremenda. Em nossas conversas no antigo canal do @camoes, no Discord, concordamos em utilizar somente a etiquera #pt para textos somente em português. Não foi isso? Enfim, essa minha dúvida vem da seguinte constatação: eu percebo na aba "trending", ou em qualquer outra, quando clico na tag que escolhemos representar a nossa língua, e vejo dezenas de publicações bilíngues.

Se alguém puder esclarecer minha dúvida, eu agradeço: "eu posso escolher o que fazer com a tag, ou seja, fazer textos somente em português, ou português + outra língua ou, somente, em português?"

Quando eu vejo os textos dos coreanos, eles usam a etiqueta deles para publicar somente em coreano. Os falantes de espanhol também não fazem textos bilíngues, somente na língua deles para que possam usar a sua etiqueta. E nós? Os falanes de língua portuguesa? Faremos textos bilíngues porque nós falamos todas as línguas em nossos países de origem? Porque aqui no Brasil eu só falo o português e, para mim, acreditem, está bom demais!

1.jpg

Ah, querido Brecht, ainda bem que você não vive mais, pois a coisa está bem pior!

Eu sei que haverá a seguinte explicação: "mas eu tenho amigos aqui no Steemit que só leem em inglês, por isso eu escrevo de forma bilíngue". Pro seu governo, eu também tenho amigos que só leem em inglês e, mesmo assim, escolhi escrever somente em português porque votamos ser assim: etiqueta #pt para textos em português.

A única coisa que preciso realmente saber é: algo mudou? Houve alguma votação para usarmos nossa querida etiqueta com mais setenta línguas diferentes no texto e, inclusive, no título, e ninguém me informou nada? Depois de tanto que eu lutei por essa etiqueta, alguém poderia, pelo menos, me dar uma luz?

Só para fechar o assunto: eu vejo um monte de gente falando em união, em fazer mil coisas para a língua portuguesa, criar grupos em Telegram, Facebook, Instagram, Reddit, e até redes sociais em Marte, caso haja alguma. Mas, como podemos nos unir se não sabemos nem usar uma etiqueta? Como ser coesos? Pessoal, quer escrever em inglês, escreva, mas faça somente em inglês, faça duas publicações como muita gente faz, respeitando as diferentes etiquetas. Como podemos acreditar em construir uma comunidade, quando duas simples letrinhas que são colocadas ao final do texto, no campo "categoria," não são usadas adequadamente?

0340893ad01efd461dcfd8e15ba40e0a.jpg

Ainda tenho esperanças, tênues e frágeis esperanças, mas me agarro a elas, pois não sei respirar sem ser verdadeiro com meus princípios!

Para quem estiver ofendido com essa minha publicação, eu peço encarecidamente, não vote e não comente; tenham, pelo menos, um pouco de respeito pela tristeza que sinto com toda essa união frágil e descrente, porque não é de hoje que vejo a etiqueta ser usada de forma bilíngue, e isso muito me entristece. Todo mundo tem opinião aqui, e eu tenho a minha. Deixei muita coisa para ver a comunidade crescer, mesmo com uma simples etiqueta e, para os usuários mais novos, SIM a etiqueta foi o início de tudo, um marco para que pudéssemos nos unir! Mas não vejo comprometimento de muitos. Deixei de escrever em inglês porque queria dar valor a MEU grupo, a MINHA língua, somente a ela, e perdi seguidores, perdi leitores, perdi colegas por uma CAUSA muito maior dentro de mim. Mas, eu não vejo isso em muita gente, sabem por quê? Porque a questão é ter o VOTO, atingir mais público, e não criar uma comunidade coesa, firme e forte. Gente, no duro, eu acreditei profundamente, como sempre faço, que muita coisa poderia mudar, porém, hoje, eu duvido.

Agradeço pelo tempo que me oferecem com a leitura. O tempo dispensado a um ser é o melhor presente que se pode oferecer a outro ser. Sonhem todos os dias e sejam felizes, vibrando em harmonia e esperança, sempre no caminho do meio. É o que desejo a todo momento a cada ser vivente!

Abraços, @manandezo
Publicação de 16 de janeiro de 2018


Imagens: 1, 2

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

Concordo, acho que as pessoas confundem a designação da língua com a localidade ou nacionalidade do autor. Quanto ao trending page da tag pt, já nem visito quando o tempo é escasso, prefiro navegar por tags como #brasil, #br, pra acompanhar coisas que estejam acontecendo no Brasil. Acho que no futuro, além de manter e aumentar o uso da tag pt, surgirão tags por assunto como fotografia, culinaria (ou comida), viagens, arte, poesia, livros, musica, cinema e até mesmo criptomoedas :-) Valeu! Sucesso e boa sorte mais uma vez!!

·

Oi, @wagnertamanaha!

A coisa é bem simples: texto em português, mesmo sendo postado de Plutão, e o cara fale klingon como língua materna, mas escreveu em português, etiqueta #pt. Se esse cara quer escrever um texto em português e klingon, etiqueta #pt-kling (ou algo parecido). É simples! Mas a poluição na etiqueta somente para língua portuguesa está me desencorajando MUITO!

Concordo com a criação de etiquetas mais específicas, sim, como o Cervantes fez e deu muito certo. Já podemos até criar uma etiqueta #pt-en antes de minha crucificação. Já estou olhando aqui da janela e Gólgota está sendo preparada com toda galhardia!

Abraços, paz e bem! =)

·
·

Crucificação, acho que não... vai ser fuzilamento :-) Muitos ainda não engoliram a ideia de ter que usar uma tag com estas letras, que faz lembrar a sigla de um partido que eles se recusam até a ouvir em pensamento quanto mais digitar no próprio post. Valeu!!

·
·
·

Hahahahahaha! Gostei!

Bom, acho que temos a etiqueta no Steemit que merecemos, então! Despois de toda essa loucura aqui na publicação, constatar que há setecentos grupos "mega motivados em mudar o universo", ninguém se entende, todo mundo faz o que quer, não há regra para nada, etc., etc., etc., #pt nunca serviu tanto como carapuça! (Rindo de chorar aqui! O pior é que eu tenho de ir ao mercado, e vou me lembrar disso e eu sei que passarei vergonha rindo na frente de todo mundo!)

Depois dessa, nem sei se quero usar essa etiqueta maldita. Vou aprender coreano e pronto. Orientais sempre são mais organizados! (Gargalhando agora!)

·
·

Já que vc está rindo até agora, isso pode valer um post tipo “Pq nunca acreditei na tag #pt” :-) Valeu!!

·
·
·

Mas essa crença é do @wagnertamanaha, correto? Se for, eu faço, mas tenho de fazer uma entrevista com você primeiro! =)

·
·

A ideia do post "Pq nunca acreditei na tag pt" seria uma obra de ficção, satírica, oportunista, aproveitando o calor da discussão só pra atrair audiência, chamar atenção e quem sabe faturar mais criptomoedas Steem :-) Valeu!!

·
·
·

Rapaz, se já deu no que deu um texto feijão com arroz desse, imagina um conto mega abstrato? Aí que vou direto pro inferno em non stop flight! (Ainda bem que aqui nos comentários não preciso usar etiquetas! Imagina: #pt-en-inferno-hell!)

Parabéns, seu post foi votado e compartilhado pelo projeto Brazilian Power, cuja meta é incentivar a criação de mais conteúdo de qualidade, conectando a comunidade brasileira e melhorando as recompensas no Steemit. Obrigado!

G A N Â N C I A
As pessoas chegaram ontem aqui e já querem ter contas infladas. A maioria não escreve pelo prazer da escrita e sim para arrancar o máximo que puderem de ganhos e assim maximizam a audiência como podem. Eu particularmente nem leio textos que estão em duas línguas, pois acho ruim a experiência.
No começo também estive perdido e fiz meus testes por aqui, e não vale a pena. O tempo vai ajudar a eliminar este comportamento a medida que o usuário perceber que é melhor construir uma comunidade em torno de quem ele é do que tentar ganhar votos a qualquer custo na esperança de uma baleia votar em você.
Abraços!

·

Além de uma "puta" GANÂNCIA, uma SACANAGEM "filha da puta" com quem batalhou e batalha pela etiqueta. E vou te dizer mais, não são apenas os usuários novos que fazem isso, tem gente que entrou aqui no Steemit desde sua criação e faz essa CAGADA, ou seja, DIMINUI seu próprio idioma em prol de quê? Alguns centavos? Ah, porra, dá vontade de mandar tomar naquele lugar e morrer!

Eu não leio, não voto e não sigo e vou fazer mais uma "limpa" na lista de quem sigo. Publicou bilíngue, vai vazar! Há determinadas pessoas que eu nem clico para saber o que estão publicando, porque, para mim, é lixo! (Perdão, mas hoje eu quero mais dizer o que penso mesmo. Eu prometi que seria assim em 2018 em diante: tem alguma coisa me incomodando, eu vou dizer!)

Quer publicar em inglês? Cara, eu não tenho nada contra; eu mesmo tenho vontade de colocar algumas coisas em inglês sobre nossa cultura para que outros possam ler, apenas isso, e já estou até pensando em algo, me aguarde. MAS SEM USAR A TAG #PT, entende? Valorizo publicações em inglês que falam de nós, valorizo MUITO! Mas, se publicar de forma bilíngue, vai pro lixo, sem piedade. E se ficarem com raiva, que se dane! Já sou bem crescido, com 46 anos, para ficar com medinho de raivinha dos outros.

Uma outra coisa que me deixa FULO da vida e ver a aba "trending" recheada de publicações sobre moeda digital e tecnologia. Cacete, eu passo, às vezes, três dias, quatro dias, para escrever um poema, um conto, ou qualquer criação literária, fico burilando o texto até que fique perfeito para meu gosto, para aquilo a que se propõe, e ninguém vê? Cacete, que plataforma é essa? Quer dizer que eu pego uma tabelinha lá do Telegraph, colo aqui e digo Gente, o Bitcoin vai bombar amanhã (e de forma bilíngue, para ferrar com tudo de uma vez), e todo mundo cai matando, votando feito uns loucos! Meu Deus, onde estamos?

Antes de qualquer tecnologia, veio a humanização, será que eles sabem disso? Hum, duvido muito. Vejo os trabalhos de @jsantana, @anacristinasilva, @casagrande, @ginga, @nolasco, @cleateles, @barbaralisart, e de outros bons editores, alguns em inglês, outros em português, até mesmo os seus trabalhos @dudutaulois, são bem legais, e tudo feito de acordo com as normas que acreditamos, e trabalhos bons, realmente bons. POR QUE ESSES TRABALHOS NÃO ESTÃO NO TOPO DO TRENDING? E agora querem fazer grupo em Telegraph, em Tumblir, ou seja, em Saturno, se nem sabem usar uma etiqueta? Ah, me poupe! Essa gente me cansa!

Abraços, amigo, você é sempre muito bem-vindo aqui! Obrigado pela força que sempre me oferece e estamos juntos!

Brasileiro tem aquela cultura de tentar tirar vantagem de tudo, poucos seguem o trabalho duro até o caminho das conquistas. Então ja viu o resultado rsrs

·

Mas não deveria! Que cultura é essa de todo mundo parar o meio da rua gritando "fora Temer", "fora Dilma", "fora o escambau", gritando para os quatro ventos que deseja um Brasil melhor, uma cultura melhor, se não sabe nem limpar a própria bunda?

Rapaz, eu estive naquela passeata dos caras-pintadas para tirar o Collor, e hoje eu vejo as fotos nos livros de história, eu já parei em delegacia por conta de luta educacional. Na época, a UFRJ estava totalmente sucateada, e tínhamos de lutar para ter um professor em sala. Eu venho desse tempo, e não sou tão velho assim. Agora, vir até aqui observar um monte de gente fazendo grupelhos aqui e ali, dizendo que vão mudar o mundo com o Steemit? PARA COM ISSO! Eles devem olhar ao redor e perceber o que é verdadeiramente sobreviver de edição de texto!

Se puder, leia minha resposta ao comentário do @dudutaulois. Acho que lá coloquei mais informações sobre tudo isso.

Tudo na vida será um duro caminho. Há aqueles que pegam atalhos para tirar proveito, outros seguem pelo meio, com princípios e valores. O resultado? Bom, é possível perceber o caráter de cada um e seguir quem vale a pena seguir.

Abraços, paz e bem!

eu uso #pt para posts em portugues... acho q eh bem simples de entender :-)

·

Pois é, não é @marcelli! Mas...

Beijos, saudades de você! =)

Oi Mano...o que acontece é o seguinte: A comunidade chinesa, coreana e espanhola é autosuficiente. Tem baleias, witness e o "caralho a quatro" para votar em seus conteúdos, por isso eles podem dar um "foda-se" ao inglês e postar somente em sua língua, pois tem as baleias do seu lado. Já a nossa comunidade não. Ninguém ainda tá acreditando em nós, votando em nós. Fiz um post em inglês essa semana convocando as baleias, witness e etc para poder se juntar a nós curando posts em língua portuguesa. Nenhuma witness, baleia ou dev respondeu nem ao post, nem mesmo somente dizendo: "Legal, estamos de olho em vocês". Nada. Então, infelizmente teremos que minar esse caminho aos poucos escrevendo textos bilingues. Claro, quebra o nosso acordo quando eu, você e outros decidimos e abraçamos a tag PT, mas precisamos ser vistos, acreditados, votados, vistos. Aí é que tá o dilema.

·

Oi, @jsantana,

O que você está falando eu já sei e, inclusive, deixei meu comentário na sua publicação. Minha questão aqui é outra. Não é reconhecimento de "baleia", "golfinho", "tartaruga" ou seja lá qual bicho aquático exista aqui, é a utilização da tag #pt misturada com o inglês. Português é português, não é portinglês.

Se eles são autossuficientes, é porque eles construíram isso, e pode até ter sido publicando texto bilíngue, mas, principalmente, publicando apenas em inglês no início, aí sim, depois disso, eles deram um FODA-SE gigante para todo mundo, e estão lá felizes da vida.

Outro ponto: sabe por que ninguém acredita em nós, porque não há essa cumplicidade entre nós mesmos? Como acreditar em uma simples etiqueta, se as pessoas usam-na da forma que desejam? Quer chamar a atenção, publique em inglês e não use a tag #pt, use as tags corretas. Quer publicar em português somente, use a tag correta, que foi cunhada para isso. Agora, quebrar acordo? @jsantana, eu não sou assim! Para mim, essa tag é APENAS para português, se o caminho é criar textos bilíngues para chamar a atenção de baleias e outros bichos, eu não sei, mas a tag está errada e não concordo com o que você diz em quebras de acordo. Para mim, quebrar acordos e desmanchar palavras e isso, dentro de mim, não é bom. Me inspira falta de confiança e não quero ter esse sentimento com relação a ninguém aqui, muito menos com você, que foi um dos precursores de tudo isso e eu, que estava lá o tempo inteiro, comprei a ideia e estou com ela, lutando, até hoje.

É para ser bilíngue, então usemos uma tag correspondente, por exemplo, #pt-en, mas o que está a contecendo está errado.

·
·

Mano, entra depois quando puder no steemit.chat..tem algumas coisas pra a gente discutir sobre isso e algumas ideias. Abraço!

·
·
·

Só bem mais tarde, @jsantana. Estou com dois projetos de tradução para entregar ainda hoje. Assim que estiver livre, eu aviso.

Abraços, paz e bem!

Concordo que temos que priorizar aquilo pelo que lutamos muito. Você não está errado em se revoltar. Eu estava observando isso há alguns dias também e percebo que é realmente o que se mostra... Ficar em cima do muro parece mais seguro para alguns.
Da mesma forma que traduzimos para ler e votar em posts de gringos, eles também podem fazer com os nossos. Porque quando alguém comenta em inglês pedindo para eu escrever no idioma dele, eu indico logo o Google Tradutor. Pois é o que uso para entender já que não sei muito inglês.
Enfim... Cada um com seus motivos. Mas acho que se houve uma luta, deve segurar a decisão até o fim.
E sobre o trending... Essa eu nunca vou entender! Já percebi que a comunidade gira em torno de atualizações de bitcoin e qualquer outro assunto fica de fora como se fosse conteúdo desnecessário.

·

Olha, minha Mana querida, só o seu colo para me dar conforto mesmo!

Eu sou assim, eu priorizo muito, e minha palavra é minha palavra; meu caráter foi construído com princípios, e não com areia da praia para ruir a qualquer momento. Não mudo de opinião o tempo inteiro, mas mudo quando é necessário, e depois de haver uma boa conversa, escutando e colocando meus pontos positivos e negativos.

Foi o que disse ao @casagrande. Há espaço para todos, mas não é construindo textos bilíngues, usando a etiqueta errada, que seremos fortes. E eu estou vendo isso acontecer há muito tempo. Sabe o que mais: essas pessoas que publicam em portinglês não se importam conosco tampouco. Então, vou lutar sim, vou brigar, vou gritar, e não quero saber!

Quer publicar em portinglês, pode fazer, mas não use a etiqueta #pt, só isso. Se você acha que assim chama a atenção dos seres marinhos, ótimo, siga seu caminho e pronto. Eu mesmo disse que vou publicar algumas coisas em inglês, porque quero passar nossa cultura para os gringos que não sabem utilizar o Google (nós podemos ensiná-los). E, quando eu fizer esses textos, eu NÃO USAREI A ETIQUETA #PT, nem farei nada bilíngue, eu vou direto ao ponto, e pronto.

Enfim, vou fazer minhas traduções agora. Acho que já disse tudo o que deveria dizer. Minha palavra continua, #pt estritamente para português, se não usarem assim, eu não voto, não sigo, não quero saber mais! Podem me chamar de intolerante, ou do que quer que seja, mas não vou mesmo me desfazer do que acredito. Princípios são princípios, e são esses seres humanos que valorizo!

Beijos, minha amiga, fica com Deus. Paz e bem sempre na sua vida! Estamos juntos!

Detesto ver posts em 2 línguas diferentes. Porque não fazem posts diferentes pois são para dois alvos diferentes. Infelizmente vejo muita má qualidade de posts por aqui (no Steemit) e o que enerva-me mais é ver eles a serem bem recompensados. Fico desiludido.

·

Nossa, eu tenho real pavor de publicações pobres, ou seja, em idiomas diferentes, e usando uma etiqueta TOTALMENTE errada. Ou seja, além de ser pobre há uma certa falta de inteligência. Neste minuto, eu vi no trending um ser que publica em inglês e coloca a etiqueta #pt. Sem comentários, caso contrário, serei expulso da plataforma!

Amigo, não perca as esperanças. Coloque seu pensamento, fale, grite, publique, e seja livre para que suas recompensas venham. Mas, um conselho de ouro é: não pense nas recompensas, pense em sua realização, utilizando a plataforma de forma coerente. Tudo chega para os que permanecem no caminho do meio!

Abraços, paz e bem!

·
·

Claro que não penso somente nas recompensas, senão já tinha ido embora à muito tempo. Eu adoro este projecto do steemit e do utopian e por isso vou lutar pela boa qualidade de ambos. Não vou apoiar posts de má qualidade e sem qualquer tipo de assunto. Se for palha nem olho. Acho que todos nós devíamos fazer isto para combater o pessoal que vem aqui só escrever algo e olhar apenas para a recompensa.

Abraço e obrigado pelas suas palavras.

·
·
·

Por nada, eu que devo agradever pelo aprendizado hoje! =)

Eu já faço isso e voto apenas no que gosto. Humanidades e Artes sempre em primeiro lugar para mim!

Abraços, paz e bem!

Acho que o problema com a tag #pt é que a maioria dos novatos (como eu) simplesmente desconheciam essa regra (até agora).

Algumas visões gerais sobre a tag, que causaram esse problema:
. tag é pra identificar que foi escrito por alguém que fala pt, então poderia ser exclusivamente em inglês
. tag pode ser bilíngue, porque faz sentido estar em pt e en se for nessas duas línguas

Solução que proponho
Divulgar essa e outras regras para que o grupo cresça sabendo de tudo, respeitando e se unindo cada vez mais.

Eu diria que fazer as regras e publicá-las no https://www.steem.center/index.php?title=Portugu%C3%AAs seja uma boa idéia.

Assim, quando alguém postar bilíngue ou não cumprir alguma regra, a gente simplesmente comunica no comentário, mostrando o link.

·

Obrigado pela contribuição, @casberp!

A etiqueta #pt deve ser utilizada para textos escritos apenas em português, não importando a nacionalidade da pessoa. O que importa é o texto, que deve ser editado em português para receber a etiqueta em questão. (Creio que isso deveria ser natural, mas devemos baixar o nível de abstração para que o entendimento seja mais homogêneo.)

Se for bilíngue, coloque outra como: #pt-en, ou #pr-kr, ou #pt-es. São possibilidades interessantes.

Alguns textos foram criados indicando essa utilização, mas já faz tempo e a plataforma não possui um repositório para buscas de publicações específicas, somente uma busca genérica. Portando, farei um texto hoje sobre a questão da publicação em português, mencionarei essa nossa conversa, e a publicação será feita hoje à noite, ou amanhã pela manhã. Falarei com o @wagnertamanaha para colocar na Steem Center, caso julgue ser bom para todos.

Abraços, paz e bem!

·
·

Obrigado @manandezo pela sua atenção e resposta. Hahaha, achei ótima a sutileza "(Creio que isso deveria ser natural, mas devemos baixar o nível de abstração para que o entendimento seja mais homogêneo.)!

Fica tranquilo, da nossa parte, no grupo do telegram (inclusive gostaria que o sr fizesse parte) iremos respeitar e divulgar esse consenso e todos os outros.

·
·
·

Fico lisonjeado com o convite, @casberp, mas, por enquanto, devo decliná-lo. Reúnam-se sim, tratem dos assuntos da comunidade, eu tentarei ver os comunicados nas publicações aqui e ali. Mas, para mim, as conclusões já chegaram em devido tempo.

Que sejamos profícuos em nossas publicações!

Sorte, felicidade, paz e bem!

Ótima questão, @manandezo! Também acho que o texto se destina ao público que te acompanha. Se os teus seguidores são gringos, faz sentindo escrever em outro idioma. Mas se a tua audiência fala português, por que raios escrever em outra língua?

·

Exatamente, @casagrande! E o pior: por que raios escrever de forma bilíngue e ACABAR com o trabalho da tag que estamos tentando implementar? Olha, vou te contar, viu, esse povo é de lascar, e depois querem um Brasil melhor. Como? Se não sabem nem seguir algumas regrinhas básicas que TODOS os falantes de outros idiomas aqui no Steemit já seguem e JÁ conseguiram criar suas comunidades com um peso de dar medo!

Quer criar texto em inglês, cria, eu apoio e, inclusive, já estou até pensando em veicular nossa cultura em inglês para quem quiser aprender mais sobre nós (usando as tags corretas)! Quer criar em português, cria, eu apoio, mas use a tag correta, entendeu? Quer criar textos bilíngues, cria e esqueça a tag #pt, faça outra e seja feliz; só não vem ferrar com o nosso trabalho!

Abraços, amigo, paz e bem!

Olá @manandezo já respondi ao @jsantana mas vou responder aqui também, eu sou um daqueles que usa a tag pt mas escreve principalmente em inglês, porquê? Porque o inglês é a língua "universal" e como basicamente pretendo ir divulgado portugal e a sua cultura chego a mais gente, tão simples quanto isto. Como disse ao @jsantana um post de alguém que divulgue a Amazónia ao mundo, em inglês por exemplo, é tão ou mais lusófono que um post com um gatinho e um título "o meu bichano". Percebendo a "luta" pela língua portuguesa, sendo eu português e sentido e pensando em português, essa "luta" está-me no sangue mas não concordo com uma única tag, sendo assim implemente-se outra.. pt-en por exemplo. Obrigado e Abraço

·

Olá, @psos,

Talvez tenha visto que não sou contra qualquer publicação em inglês, mas ao fato de usar uma etiqueta inadequadamente (perceba bem, disse "inadequadamente"). Talvez também não tenha observado, eu mesmo constatei, e sempre assim o fiz, que devemos, sim, divulgar nossa cultura para todos, de forma correta e coerente com o que se propõe. Se for para divulgar a Amazônia, ou um simples bichano que, para mim, têm o mesmo valor (e cada um publica o que gosta e sente vontade; vota, comenta e segue quem deseja), e ser tão lusófono como qualquer outra publicação, façamos de forma adequada, divulguemos essa cultura em qualquer língua desejada, com as etiquetas adequadas para isso. Se for em inglês, que utilizemos as etiquetas condizentes; se elas não existem, a questão é mais simples ainda: criá-las.

Da mesma forma que há poluição no mundo em que vivemos, e não conseguimos enxergar direito o que nos é mais importante, há uma poluição nas etiquetas com tanta publicação inadequada. Eu mesmo, quando clico na etiqueta #pt, vejo uma enxurrada de textos em inglês ou bilíngues; não me interesso, e me causa um desânimo extremo em saber que ali até poderia conter algo interessante, mas na etiqueta inadequada. Não clico, não abro, não leio, ignoro. Chamem-me radical, mas todos nós temos opinião, e a minha é essa em resposta.

Com relação a escrever em inglês, ou u texto bilíngue, sob a etiqueta #pt, e considerando o inglês uma "língua universal", bom, sinto uma certa estranheza, pois há também aqueles aqui na plataforma que não sabem ler em inglês, clicam na etiqueta para encontrar textos que consigam ler e aprender com eles, e o que encontram? Inglês? Hum, isso não é "universal" para mim. E não me diga que eles devem usar o Google tradutor para ler uma publicação de alguém que sabe o português, mas publica em inglês. Quem deveria usar o Google Tradutor são outros, não os que tentam, e eu já vi alguns deixando a plataforma por isso, por não entender o que é publicado em uma etiqueta que foi pensada para eles também, mas as edições estão em uma língua que eles não dominam. É justo? Enfim, é algo a se pensar sobre o que é realmente "universal". Para mim, "universal" é sinônimo de "igualdade para todos", e se há quem não entenda a etiqueta #pt para todos os falantes de português (sabedores ou não de inglês ou qualquer outro idioma como o nosso), por favor, a sintam-se livres para implementar qualquer outra etiqueta que expresse esse valor de "universalidade".

Sim, a minha luta é pela equidade, não pela desagregação e esfacelamento.

Agradeço muito pelo comentário. Abraços, paz e bem!

·
·

Caro @manandezo não sou tão dramático :) quando vejo algo com tag pt em inglês ou português, se é do meu interesse, leio, sei que vem de alguém da comunidade de língua portuguesa. Mas admito que uma tag pt-en poderia ser uma solução para um ponto de vista como o seu, que respeito embora não concorde. Para mim equidade é oportunidades iguais para todos, ora, post bi-lingue por exemplo têm essa equidade. Abraço

·
·
·

Delicio-me com a alcunha de "dramático", rio-me às lágrimas, mas me intitulando, de forma saramaguiana, um "visionário" solitário, creio ser mais o que prego, o que sou, e o que minha alma deseja (e uma pena que Saramago não esteja mais entre nós para nos dar o prazer de sua literatura tão profunda, inquietante e tão atemporal; amo-o sem sombra de dúvida, e muito chorei quando soube de sua passagem).

A discordância traz aprendizado e o sentido de ouvir/ler, digerir e saber falar de volta, quando há uma necessidade de volta, claro. Deste ponto, nascem concordâncias veladas, respeitos mútuos, e um caminhar mais leve. Tantas portas abrem-se!

Realmente, não concordamos no quesito de "inglês" nas publicações e eu, mais ainda, com a "universalização-separatista", mas uma coisa é certa: sabemos que há uma inadequação das etiquetas. Assim, caso @psos, sinta-se livre para criar quantas quiser, da forma que desejar. No fundo, não me importo com o número delas. O mundo é isso, compreender que houve um movimento antes de você chegar para implementar algo tão precioso para todos e, se o caminho está mudando, mudemos, criemos, mas sem a destruição do que houve antes.

Receba outro abraço meu!

·
·
·
·

Muito bem :) concordamos em discordar, parece-me bem ;) até no Saramago ehehe reconhendo a sua importância sou do team (desculpe o inglesismo, um pouco de ironia que espero me vai perdoar) Lobo Antunes. Abraço

·
·

Mas, atenção, não sou dono da verdade nem muito menos da tag pt ;) façam o que bem entenderem com ele, por mim seleciono o que quero ler independente de tags

Eu me confesso, meu amigo. Eu sou das que escreve bilingue em alguns posts. Não em muitos, os meus escritos (agora algo parados) faço-os em posts separados. Mas os bilingues faço sem ter tido a consciência do que estava a fazer. Vc tem razão. O seu post é um abrir de olhos, um ovo de Colombo. Obrigada por pensar por mim! Abraço forte!

·

Minha mais do que linda @nolasco, minha lembrança de Isabel em meu coração!

Sim, você escreve assim, mas não é sempre, porque você tem essa semente no coração: "universalizar o português", não qualquer outro idioma.

Quando as publicações são separadas, nossa, isso é o máximo. É isso que estou tentando dizer o tempo todo: que devemos, sim, escrever em inglês, divulgar nossa cultura (ou os meus gatinhos, mesmo que alguns odeiem, EU NÃO LIGO A MÍNIMA para a infelicidade alheia) a outros povos, mas usando as etiquetas adequadas.

Por favor, continue publicando em português e, depois, faça uma publicação em inglês. Temos falantes de português na plataforma que não sabem o inglês muito bem, ou não sabem nada dele. Eles também merecem participar desse "universo", dessa "congregação", que estamos criando. Eu mesmo apresentei o Steemit a alguns amigos que gostam de escrever, mas eles disseram: tá tudo em inglês. E eu via a frustração deles! Enfim, essa é a "universalização" que estão pregando? Acho estranho isso, além de ter um outro nome!

Sua humildade em perceber o que eu quis dizer só me encanta mais e mais. Como não nos apaixonarmos por almas assim, simples, puras e lindas. Conte sempre comigo, querida Bebel!

Beijos com muito carinho! 💙💙💙

·
·

Beijos com muito carinho também, e conte sempre comigo! Sim, vou retomar os meus textos em português muito em breve. Com a tag #pt, sim! Obrigada pela sua amizade, bem haja <3!

·
·
·

Amo quando você fala "bem haja", @nolasco. Combina com o meu "paz e bem"! 💙💙

·
·
·
·

Oh, que querido <3! Beijo grande!

how do you think it is possible for a month to earn 100 dollars here ?That I try I try and nothing turns out))

Post extremamente pertinente e motivador, @manandezo (tanto que eu até escrevi sobre em um post a parte: https://steemit.com/pt/@wiseagent/steemit-costume-de-casa-vai-a-praca-or-precisamos-falar-sobre-isso).

O sol é para todos, mas nem todo mundo sabe como conquistar o seu espaço, né? Triste.

·

Querido @wiseagent, comentei sua publicação hoje. Muito obrigado por sua luz e carinho na veiculação de nossas publicações e preocupações.

Abraços, paz e bem! =)

Meu amigo querido você nem sabe o fervo que seu tópico deu lá no telegram xD hahah Altas emoções.
Eu ão vou falar tudo de novo e boa parte do resumo que eu penso está ali no último post do camões na resposta que eu dei. Dá uma olhada. Mas só vou reforçar algo que falei no telegram também.
Eu leio vez ou outra conteúdo em inglês, mas sinceramente... Foda-se o americano/inglês/etc. Eles não dão apoio nenhum, quase nenhum para nós aqui, estamos praticamente sozinhos nessa rede imensa. NADA! Eles não merecem meu conteúdo em inglês, se virem com o google translator!
Todo meu conteúdo é PT e assim será, sempre uso como primeira tag, a principal, para reforçar isso! E mais, siga firme com o @lusofonia! E viva @camoes e viva @brazilians e tudo mais :)

·

Querido amigo @thomashblum!

Ah, sim, deve ter dado o que falar mesmo. Mas, não me importo, no duro! Creio que quem me conhece bem, sabe do que sou capaz por nós, os que não conhecem, estou por aqui e, se não quiserem, tudo bem também. (Já comprei três caixas de Rivotril para dormir hoje de tão triste que estou. Será que conseguirei dormir? Ai, meu Deus!) Pensei até em me atirar pela janela, mas moro no terceiro andar, só conseguiria alguns ossos quebrados e dias no hospital, então, não vale a pena!

Amigo, procurei essa sua resposta na última publicação do @camoes, mas não encontrei. Deixa a ligação aqui e eu vou até lá.

Eu até gosto de publicar em inglês sobre a nossa cultura, cansei de falar isso, mas com as etiquetas corretas. Mas, do que adianta falar, falar, falar, e ninguém ouvir? Amigo, na boa, FODA-SE MESMO! Eu vou publicar o que gosto, vou falar com quem eu gosto, conectar-me com pessoas que realmente têm alguma coisa para adicionar e, como disse, o resto é o resto! (Não gosto de pensar assim, mas como não aliviam, eu também não vou aliviar!) Falo o que penso, porque essa página aqui é a área que o Steemit me deu para publicar. Não gosta do que digo, não me siga, não me leia, me erra!

Se todo mundo viesse para a plataforma como um adulto, e publicasse sem essa loucura de "querer fazer um bilhão de SBDs" nas edições, seria mais fácil. Mas há esse frisson de querer atingir leitores da constelação de Andrômeda, publicar quatrocentos textos vagabundos por dia, contaminando uma etiqueta que diz claramente para que serve, usando qualquer idioma. Sincetamente, boa sorte e sejam felizes! (O engraçado é que eu digito gargalhando só de pensar em tudo!)

Enfim, você é dos meus e estamos juntos. Manda um beijão para a @caroline.muller!

Abraços, paz e bem! =)

·
·

Concordo com tudo meu amigo! Ah e o post era do J e não do Camões (mas né?), aqui vai:
https://steemit.com/pt/@jsantana/consenso-sobre-a-utilizacao-correta-da-tag-pt

·
·
·

Oi, meu amigo, eu já vi e comentei tudo o que pude. Muito obrigado! =)

Muito interessante sua colocação. Entrei pro steemit faz alguns dias e estava a procura de conteúdo em português, justamente por algo que você falou, tenho vontade de convidar vários amigos pra cá mas nenhum deles fala inglês. então imagine a pessoa já ter que decifrar grande parte do site, e ainda não consegue ler nada do conteúdo? Então fico feliz de encontrar pessoas como você, que estão buscando fortalecer nossa língua aqui. Eu mesmo pretendo fazer dois posts, um pra cada língua, pq tenho vontade de me conectar com pessoas do mundo inteiro, mas tenha certeza que só usarei a etiqueta #pt pros meus textos em português. Ainda tenho muito que ler pra tentar entender tudo que se passa aqui, mas uma coisa já tenho certa: estou do seu lado nessa ideia! Forte abraço!

·

Oi, @fireguardian,

Muito obrigado por seu aporte sincero e compreensivo com o que eu disse, e já vi que leu a publicação do @jsantana sobre o tema etiqueta #pt. Veiculamos conteúdo em português usando etiqueras coerentes com o que escrevemos, e sinta-se à vontade para escrever em qualquer idioma que preferir, usando as etiquetas mais adequadas para tal. Assim, terá mais visibilidade daqueles que quer atingir como público-alvo. Eu mesmo farei isso nas línguas que sei, pois já estou com saudades de expressar-me nelas.

Outros usuários que publicam conteúdo em português dos bons, e algumas vezes em inglês, e você pode seguir são @wagnertamanaha, @casagrande, @thomashblum, @cleateles, @jsantana, @dudutaulois, @barbaralisart, @nolasco, @ginga, @thomasmmaker, @anacristinasilva e alguns outros. Veja os usuários que sigo para ter uma ideia e, caso goste do que eles fazem, siga-os, converse com eles, interaja. Eles certamente irão até você de braços abertos!

Enfim, um abraço e obrigado pela visita e comentário. Paz e bem! =)

Ao ler o seu texto confesso que talvez já tenha cometido alguns erros. Mas, ao reflectir sobre o assunto, acho que o que escreve faz todo o sentido. E devemos todos ser correctos na utilização de todas as tags. Ninguém tem que se sentir incomodado ao ler sobre este assunto porque cada um é livre de escrever na língua que quiser. Eu própria já tive o sentimento de desilusão ao abrir um post com a tag #pt e sair-me um texto em inglês. Por isso concordo e agradeço que se fale no assunto. Por vezes é preciso uma sementinha na nossa cabeça para podermos reflectir sobre as coisas.
Obrigada e um bom dia😉

·

Oi, @nelioebeta!

Sim, você tem toda a razão. Precisamos dessa sementinha para percebermos o que ocorre e tentar fazer o melhor. Eu também já abri a etiqueta #pt e vi um texto todo em inglês. Então, para que ter uma etiqueta para nosso idioma, se o texto não reflete isso? Foi o que tentei dizer; confesso que meu humor não é bem compreendido pela nova turma, só por nós, um pouco mais velhos. Mas, é meu jeito de escrever e, se me podarem, como fica isso? Não poderei falar mais nada? Essa foi a minha crônica de hoje. Enfim, experiências de vida... um dia haverá compreensão da turminha, ou não. Bom, isso não me diz respeito!

Obrigado pelo apoio sempre importante, pelas palavras e, mais ainda, por esse carinho que acabei de receber de você. Como é bom receber carinho e compreensão quando estendemos a mão para ajudar.

Deixo um abraço, paz e bem! =)

·
·

Penso que o maior problema em relação ás tags é tentar chamar o maior número de leitores possível. Quando as pessoas se inscrevem na plataforma julgam que é fácil "ganhar dinheiro" aqui. Nem se apercebem das regras e do facto que é necessário dar para receber. Essa parte vem da experiência. Eu acho que se formos genuínos nos nossos posts, podemos não chegar a toda a comunidade mas haveremos de chegar a alguém. Vai tudo da experiência e da leitura dos artigos de quem já cá anda á muito tempo. Eu todos os dias aprendo e agradeço por isso. Como tal acho que boa parte dos que entraram agora e se chateiam ao ler certas coisas, daqui a um tempo vão compreender e, quem sabe, concordar.

Um bom dia😊

Fazia o certo sem saber que o estava fazendo. Uma questão de bom senso. Dá pra fazer dois textos, um em cada língua, e que não compartilhem tags.

·

Não, @juniordionesio, você fazia o certo porque era o que deveria ser feito. Você mesmo disse, uma questão de bom senso, sem a necessidade de explicações. Mas... Ou seja: #pt = português, #fr = francês, e assim por diante. Agora, fazer um texto com setecentas línguas e, alguns, inclusive, nem traziam qualquer palavra em português, e colocar apenas a etiqueta #pt? Eu já estou começando a achar que era desmerecimento aos outros idiomas, sem brincadeira.

Bom, para nós que conseguimos entender, que continuemos a usar a etiqueta corretamente!

Abraços, paz e bem! Vou visitar suas publicações de viagem. Preciso passear um pouco, mesmo virtualmente! =)

·
·

Ficarei feliz com a sua visita @manandezo! Procuro fazer posts de viagem que, dentro do possível, permitam às pessoas fazer essas pequenas viagens virtuais. Na verdade, tenho tentado despertar na #pt um interesse das pessoas em relação à esse tipo de post.