Princípios de Kerckhoffs de «La cryptographie militaire»

in #pt3 years ago (edited)

Princípios de Kerckhoffs de «La cryptographie militaire»

Se seus interesses incluem criptografia, você certamente já ouviu falar sobre os princípios de Kerckhoff, especialmente aquele que diz que o método usado para codificar dados é conhecido do oponente, e que a segurança deve estar na escolha da chave. Isso não implica necessariamente que o método deva ser público, mas apenas considerado público durante sua criação. Isso foi enunciado nas edições de janeiro e fevereiro do Journal des sciences militaires, 1883.

Esta revista ainda está disponível e recebi uma cópia do artigo de Kerckhoffs da Biblioteca Britânica. Uma versão eletrônica de ambas as partes está agora disponível.

Auguste Kerckhoffs, "La cryptographie militaire", Journal des sciences militaires, vol. IX, pp. 5–38, janeiro de 1883, pp. 161-191, fevereiro de 1883.

A primeira parte também está disponível como documento PDF.

Aqui está uma versão aproximada em português dos princípios que devem ser aplicados a um sistema de criptografia:

  • O sistema deve ser substancialmente, se não matematicamente, indecifrável;
  • O sistema não deve exigir sigilo e pode ser roubado pelo inimigo sem causar problemas;
  • Deve ser fácil comunicar e reter a chave sem o auxílio de notas escritas, também deve ser fácil alterar ou modificar a chave a critério dos correspondentes;
  • O sistema deve ser compatível com a comunicação telegráfica;
  • O sistema deve ser portátil e seu uso não deve exigir mais de uma pessoa;
  • Finalmente, dadas as circunstâncias em que tal sistema é aplicado, ele deve ser fácil de usar e não deve estressar a mente nem exigir o conhecimento de uma longa série de regras.

Agradecimentos: Frank Stajano pelo seu scanner e software OCR. Bruno Liénard que ajuda a terminar as correções na segunda parte. John Kane Alejandro López, que apontou alguns erros na Parte II.

Links: CSAIL at MIT
‏135 years ago the foundations of cryptography were laid out by Auguste Kerckhoff, who wrote that a system must be secure even if everything about it (except the key) is public knowledge: http://bit.ly/2PeMMxA #tbt image v/David Evans @CS_UVA, site v/Fabien Petitcolas
https://twitter.com/MIT_CSAIL/status/1035192922923122688