Testando Minhas Novas Formas de Silicone com um Bolo Sem Glúten e Low Carb

in pt •  3 days ago 

Tenho ouvido dizer que as formas de silicone são convenientes porque a comida não gruda nelas. Já fazia tempo que eu queria uma para usar na minha fritadeira air fryer e na minha panela de pressão elétrica, mas estava com dificuldade para encontrar formas do tamanho certo, que é de 19cm. A maioria das que encontrei eram grandes demais e as poucas menores eram pequenas demais. Depois de mais de dois meses pesquisando, finalmente encontrei uma!

8 de fevereiro de 2020 foi meu segundo "Steemiversário" (dois anos no Steemit!). Eu pretendia fazer um bolo para comemorar meu primeiro "Steemiversário" em 2019, mas justamente naquela época do ano, eu estava passando por um momento difícil na minha vida pessoal e não tinha disposição para comemorar nada. Em 2020, felizmente, aquelas questões do ano passado estão quase resolvidas. E aconteceu de eu conseguir minhas novas formas de silicone bem a tempo para 8 de fevereiro. Então, decidi testá-las com um bolo sem glúten e low carb (com poucos carboidratos).

Peguei inspiração e ideias de algumas receitas, mas acabei não seguindo nenhuma receita em particular. Eu apenas usei ingredientes que eu tinha em casa. Não tenho certeza se o resultado é bom o suficiente para se tornar uma receita, mas abaixo está o que eu usei:

  • 3 ovos em temperatura ambiente (claras e gemas separadas).
  • Para as gorduras, usei 1/2 colher de sopa de manteiga + 3 colheres de sopa de manteiga de amendoim caseira que estava sobrando e eu queria gastar.
  • Para adoçar, usei 2 colheres de sopa de eritritol + 2 sachês de stévia que tínhamos guardado faz tempo (minha ideia era que a stévia cancelasse ou pelo menos reduzisse o efeito "refrescante" do eritritol. Pelo resultado final, aparentemente reduziu).
  • Para as farinhas sem glúten (e também com pouco carboidrato), usei 2 colheres de sopa de farinha de coco, 2 colheres de sopa de farinha de amendoim, 3 colheres de sopa de coco ralado e adicionei 1 colher de sopa de farinha de aveia (que não é low carb, mas é uma quantidade pequena) para ajudar na textura e a dar liga nos ingredientes.
  • 1 colher de chá de fermento em pó (talvez eu devesse ter colocado mais).

Bati as claras em uma tigela à mão com um batedor (fouet, não tenho batedeira), misturei os outros ingredientes (exceto o fermento em outra tigela com um mixer, juntei tudo, acrescentei o fermento, coloquei a massa na forma de silicone dentro da air fryer pré-aquecida a 180° e assei por 30 minutos na mesma temperatura.

Sinceramente, enquanto eu colocava a massa na fritadeira, tinha minhas dúvidas se realmente iria virar um bolo. No final, virou. Não exatamente do jeito que eu tinha imaginado, mas virou. Eu só queria que tivesse crescido mais. O resultado final foi um bolo redondo e bem achatado, parecendo um disco voador...

Foto do bolo dentro de um prato, com uma fatia separada ao lado

Fonte da imagem: imagem própria (foto tirada com meu celular).

A forma de silicone realmente funcionou como deveria e o bolo saiu facilmente. A parte externa do bolo ficou um pouco mais dura do que eu esperava e, a princípio, fiquei com medo de que o bolo tivesse ficado duro e borrachudo. Mas quando cortei, a faca entrou fácil e o bolo estava bem macio por dentro, para minha surpresa. A textura também estava boa, ao contrário do bolo low carb anterior que eu fiz, que tinha ficado esfarelento e difícil de desenformar.

O sabor também era agradável, mas eu não senti a manteiga de amendoim ou a manteiga normal. O bolo rendeu cerca de 8 fatias. Para quem está preocupado em contar carboidratos, a receita inteira tem cerca de 12.6g de carboidratos líquidos (carboidratos menos as fibras), o que significa que cada fatia tem por volta de 1.5g de carboidratos líquidos.

Minha maior decepção foi como o bolo ficou achatado. A massa só dobrou de tamanho e não cresceu muito, e mal alcançou metade da altura da forma. Pelo que li, isso parece ser normal para bolos sem glúten, e ainda mais para bolos com poucos carboidratos, porque também não têm amidos e nem açúcar, que são importantes para ajudar os bolos tradicionais a crescer. Pelo que percebi em receitas, a maneira de fazer bolos low carb crescerem mais é adicionar muitas claras de ovos (no mínimo 4), mas eu queria ver o que três ovos poderiam fazer. Ainda não peguei o jeito de separar as claras das gemas e bater as claras em neve, então talvez eles poderiam ter se saído um pouco melhor ... e um pouco mais de fermento também talvez tivesse ajudado.

No geral, o bolo saiu ok. Não serviria para comemorações de eventos muito especiais, mas ficou bom o suficiente para acompanhar um café ou chá da tarde. Pelo menos nesse "Steemiversário" teve bolo (melhor do que no ano passado que não teve nada). Este pequeno experimento foi interessante, no entanto!

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!