Bitcoin makes its debut in the Marvel universe.

in #finance5 months ago

This publication was also written in SPANISH and PORTUGUESE.

bitcoin_marvel01.jpg

Phneep!

Digital currencies are becoming increasingly popular. This is not a thought, it is a perspective of reality, which is rapidly evolving in the direction of mass acceptance by its users (spread across the four corners of the world). The path is still long, and many obstacles have yet to be overcome... However, the steps are solidifying and showing that the arrival of cryptocurrencies is not just a "bubble", but a path where there is no turning back. The future is right here, and there is no way to neglect it or ignore it.

Within this great scenario, the entertainment sector has been opening doors for cryptocurrencies and tokens to gain space. In terms of disclosure, Cinema has done this a few times (talking about films based on real events that involve this market), but Marvel has just brought a new scenario to help in this type of marketing, a TV series. I'm referring to the debut of Bitcoin in The Falcon and the Winter Soldier (more precisely in the third episode that aired recently and started making a splash within the cryptocurrency community).

bitcoin_marvel02.jpg

Livecoins

On the one hand, the impact of this movement was very positive in terms of arousing people's interest in cryptocurrency (in this case, Bitcoin), and with Marvel as a gateway, it represents a potential increase in searches for possible new ones investors (even if at the moment they are just curious people or people have not even heard about the universe of digital currencies) in relation to Bitcoin. The showcase really is very efficient, and can bring very satisfactory results (although they are primarily modest).

However, there is the other side of that same coin. In the series, Bitcoin was mentioned as a type of reward to be paid after a criminal act (murder) was committed, and that is the downside that is being raised by other people, who are also part of the world of cryptocurrencies and quickly created a link from Bitcoin's debut to the criminal underworld and its ramifications. The debate is valid, especially considering the fact that the laws that intend to regulate cryptocurrencies use illicit acts with a point in favor of this idea.

Whose side are you on?


Bitcoin hace su debut en el universo Marvel.

Las monedas digitales se están volviendo cada vez más populares. Esto no es un pensamiento, es una perspectiva de la realidad, que está evolucionando rápidamente en la dirección de la aceptación masiva por parte de sus usuarios (repartidos por los cuatro rincones del mundo). El camino aún es largo, y aún quedan muchos obstáculos por superar... Sin embargo, los pasos se van solidificando y mostrando que la llegada de las criptomonedas no es solo una "burbuja", sino un camino donde no hay vuelta atrás. El futuro está aquí y no hay forma de descuidarlo o ignorarlo.

Dentro de este gran escenario, el sector del entretenimiento ha ido abriendo puertas para que las criptomonedas y tokens ganen espacio. En cuanto a la divulgación, Cinema lo ha hecho algunas veces (hablando de películas basadas en hechos reales que involucran a este mercado), pero Marvel acaba de traer un nuevo escenario para ayudar en este tipo de marketing, una serie de televisión. Me refiero al debut de Bitcoin en Halcón y el Soldado de Invierno (más precisamente en el tercer episodio que se emitió recientemente y comenzó a causar sensación dentro de la comunidad de criptomonedas).

Por un lado, el impacto de este movimiento fue muy positivo en cuanto a despertar el interés de las personas por las criptomonedas (en este caso, Bitcoin), y con Marvel como puerta de entrada, representa un potencial incremento en las búsquedas de posibles nuevos inversores (incluso si en este momento solo son personas curiosas o personas que ni siquiera han oído hablar del universo de las monedas digitales) en relación con Bitcoin. La vitrina es realmente muy eficiente y puede traer resultados muy satisfactorios (aunque son principalmente modestos).

Sin embargo, existe la otra cara de esa misma moneda. En la serie, Bitcoin fue mencionado como un tipo de recompensa a pagar después de que se cometió un acto delictivo (asesinato), y esa es la desventaja que están planteando otras personas, que también son parte del mundo de las criptomonedas y se crearon rápidamente. un enlace desde el debut de Bitcoin con el inframundo criminal y sus ramificaciones. El debate es válido, sobre todo teniendo en cuenta que las leyes que pretenden regular las criptomonedas utilizan actos ilícitos con un punto a favor de esta idea.

¿De qué lado está usted?


Bitcoin faz a sua estreia no universo Marvel.

As moedas digitais estão se tornando cada vez mais populares. Isso não é um pensamento, é uma perspectiva da realidade, que está evoluindo rapidamente na direção da aceitação em massa por parte dos seus usuários (espalhados pelos quatro cantos do mundo). O caminho ainda é longo, e muitos obstáculos ainda precisam ser vencidos... No entanto, os passos estão se solidificando e mostrando que a chegada das criptomoedas não é apenas uma "bolha", mas sim, um caminho onde não existe volta. O futuro está bem aqui, e não há mais como negligenciá-lo ou ignorá-lo.

Dentro deste grande cenário, o setor do entretenimento vem abrindo portas para que as criptomoedas e os tokens ganhem espaço. Em termos de divulgação, o Cinema já fez isso algumas vezes (falando sobre filmes baseados em fatos reais que envolvem esse mercado), mas a Marvel acaba de trazer um novo cenário para ajudar nesse tipo de marketing, uma série de TV. Eu estou me referindo a estreia do Bitcoin em Falcão e o Soldado Invernal (mais precisamente no terceiro episódios que foi ao ar recentemente e começou a fazer um barulho dentro da comunidade de criptomoedas).

Por um lado, o impacto desse movimento foi muito positivo no sentido de despertar o interesse das pessoas em relação a criptomoeda (neste caso, o Bitcoin), e tendo a Marvel como uma porta de entrada, representa um potencial aumento nas buscas de possíveis novos investidores (mesmo que no momento eles sejam apenas pessoas curiosas ou pessoas sequer ainda ouviram falar sobre o universo das moedas digitais) em relação ao Bitcoin. A vitrine realmente é bem eficiente, e pode trazer resultados muito satisfatórios (ainda que eles sejam primariamente modestos).

No entanto, existe o outro lado dessa mesma moeda. Na série, o Bitcoin foi mencionado como um tipo de recompensa a ser paga após um ato criminoso (assassinato) ter sido cometido, e esse é o ponto negativo que está sendo levantado por outras pessoas, que também fazem parte do mundo das criptomoedas e rapidamente criaram uma ligação da estreia do Bitcoin ao submundo do crime e suas ramificações. O debate é válido, principalmente considerando o fato de que as leis que pretendem regulamentar as criptomoedas usam atos ilícitos com um ponto a favor dessa ideia.

De qual lado você está?