#FILMOTECA# - "Bao" (2018)

in filmoteca •  last month  (edited)

Anima Boom

Sinopse: Sofrendo com a ausência do filho, uma mãe volta a ver sentido na vida quando um dos bolinhos que preparou ganha vida. Ela então começa a cuidar da criatura dando-lhe todo o amor e carinho. Mas, de forma inesperada, ele cresce e ganha independência, deixando sua criadora triste mais uma vez.

Por diversas razões, o mundo dos filmes em curta-metragem ainda é frequentemente subjugado por muitas pessoas como projetos que não tem tanto impacto pela sua demanda de tempo em tela... Ou seja, é como se esse público sentisse a necessidade de um tempo maior para que as histórias possam ser desenvolvidas de uma forma mais completa.

No entanto, Bao (uma das animações mais recentes do estúdios da Pixar) consegue mudar essa visão com facilidade e nitidamente mostra o quanto um filme pode ser tão fascinante e dizer tanta coisa importante em menos de 10 minutos.

Pixar Post

O enredo se passa na cidade de Toronto (Canadá) e acompanha uma mulher chinesa-canadense que um dia decide fazer um bolinho de massa e o mesmo - sem maiores explicações - acaba ganhando vida. Desde então, a senhora começa a criá-lo como um bebê de verdade. Ele cresce e vai passando pelas demais fases na vida de um ser humano até que é chegado o momento de sair de casa e a história segue um rumo inesperado.

Em meio a vários momentos pontuais carregados de sentimentalismo e emoção, o roteiro trata especificamente de dois temas muito importantes: a solidão do ser humano e a síndrome do ninho vazio. Utilizando-se da forma lúdica para contar uma história com todo o simbolismo que ela precisa demonstrar, a narrativa investe em muitas memórias afetivas que captam o sentimento de saudosismo em uma grande parte da ausência com uma certa facilidade.

Inverse

Seja para as mães, pais ou filhos... O filme trata acima de tudo, do crescimento pessoal das pessoas (algo que por si só é extremamente complexo e desafiador). Seres humanos que enquanto cidadãos do mundo, alimentam a ideia de que um dia é preciso deixar a casa dos pais e desbravar o máximo do que há espalhado pelos quatro cantos do planeta.

Dentro desse cenário a história vai se construindo calmamente e explora a relação entre mãe e filho de maneira orgânica, fazendo isso com uma atmosfera que mistura o realismo e o surrealismo com um toque muito envolvente e que torna a experiência de assistir a esse filme em algo ainda mais cativante (principalmente pela singeleza nos mínimos detalhes que são vistos na tela).

BGR

Dirigido e escrito por Domee Shi (que aliás, fez um ótimo trabalho apresentando e destacando os pontos-chaves que, de alguma forma, tocam a alma do público), o filme foi o vencedor do Oscar de Melhor Curta-Metragem de Animação desse ano. O prêmio não poderia ter sido mais justo, considerando a amplitude de sua qualidade e o poder de reflexão que ele tem em sua essência.

Sem obviamente esquecer de suas qualidades técnicas (afinal... estamos falando de um trabalho da Pixar), o trabalho de CGI é sensacional e o realismo é de encher os olhos porque os traços que dão vida aos tão carismáticos personagens são de uma precisão invejável. Junte isso a uma trilha sonora aconchegante, a uma paleta de cores bem escolhida e uma fotografia bem transparente e não tem como errar... É qualidade garantida!

Letterboxd

Bao é aquele tipo de filme que oferece aos telespectadores a sensação de bem-estar consigo mesmo e também, um campo pronto para que haja um debate sólido acerca de questões essenciais em meio ao amadurecimento da vida... Isso porquê carrega consigo mensagens que deveríamos guardar conosco para todo o sempre e a partir disso, tentar nos tornár-mos uma melhor versão todos os dias.

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

Obrigado por postar! Esse comentário é o novo bot que dará upvote 5% para todos os posts que usam a tag #pt. Ainda não votou em mim como witness? Clique aqui e dê o seu voto! É rápido!

Legal cara! Fiquei com vontade de ver esse agora, nem tinha e tocado que era um curta. Vou dar uma olhada. São temas muito interessantes! Valeu!

Posted using Partiko Android

·

Pode assistir que tu vai curtir muito!

Facinho de encontrar online (nem precisa fazer o download).

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface