brasil um país de desigualdade.

in brasil •  2 years ago 

                                                  sou brasileiro,porém indignado com a corrupção,onde quem governa não se importa com seu povo,os hospitais abandonados e sem recursos,as escolas largadas e sem manutenção,as creches sem condições de manter nossas crianças lá,ou seja me entristece que em um país tão rico e cheio de recursos naturais,que se arrecada bilhões em impostos,contudo os desvios dos impostos,fazem com que um país fique doente onde o dinheiro que serviria para tornar a vida da população mais digna,tem sido desviado para o interesse dos governantes que além de terem um ótimo salário e condição de vida estáveis,não é o suficiente,tem que roubar e tirar cada vez mais do povo brasileiro,as leis aqui não existe,pois os ladrões tem mais direitos do que a classe trabalhadora,ou seja um país sem lei que se faça cumprir,é um país abandonado a bel prazer de quem tão pouco se importa,este meu desabafo é o que vejo,as pessoas sofrem pelo descaso de quem governa,ordem e progresso que na bandeira só tem de nome,pois na prática onde estas,amigos de steemit,este é o meu país,que chora e lamenta e se entristece com a falta de verdade e lealdade para com seu povo.

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

Infelizmente a corrupção não acontece só com nossos governantes. Nós aceitamos e praticamos em pequenas coisas do dia a dia. As regras nem sempre precisam ser respeitadas e quem consegue burlar quase sempre é admirado.

·

verdade mas é uma realidade

Fago miñas túas verbas.
Se mudo "sou brasileiro" por "son galego", o texto adaptase a perfección a realidade da Galiza (que ten a desgraza engadida de estar colonizado por Espanha e sufrindo as consecuencias das ruóns políticas globalizadoras neoliberais da Unión Europea).
O apunte que fai @wagnertamanaha pareceme brutal e radicalmente certo:
O defraudador é visto como un heroi pola xente do común, e nosa realidade social construimola en base de pequenas (non tan pequenas) insolidaridades e castración de dereitos das persoas da nosa veciñanza.

Teremos que mellorar o planeta (e a nos mesmas) a golpes de solidaridade, autoestima compartida e inmensos sorrisos .

Reestimed e upvoted. Grazas por facer o Steemit en Galego-Portugués.

PS: No caso de que seu escrito fora licenciado baixo calquera forma de licenza Creative Commons ou Licenza, Producción entre Pares, ou algunha licenza libre/non capitalista, gostaría publicar seu texto co seu nome e link no noso proxecto panlusófono

·

ok agradecido

Politicos, kleptocratas, oligarcas e autocratas e outros psicopatas, cada vez mais fascistas, e ao que parece até as massas gostam e os elegem.
O fascismo não está chegando, ele já está aqui, e as figuras fascistas emergentes nos movimentos de direita e esquerda que vêm ganhando as eleições, são a prova de que a servidão voluntária das massas conservadoras em crescimento está apenas criando condições para a aparecimento de personagens com o perfil patológico de Hitlers.:(
Ditadores "benevolentes" autoritários que apropriam da vontade colectiva em nome do bem comum, usando a violência, o falso nacionalismo e o racismo para propagar o medo.
Normalmente, essas forças vêm após o fim ou a escassez de dinheiro ou coisas como aconteceu na Alemanha.
O medo é a base real do poder autoritário conservador para gerar insegurança e instabilidade como uma justificação para reforçar seu poder e criar "bodes expiatórios" para o estado ruinoso da situação actual, que eles criaram no começo e aparecem agora como sendo os salvadores, mas arrastando vitimas na sua obsessão de Poder.
Eles destroem pessoas de outros grupos como uma forma de unificar seus seguidores, dando-lhes uso desenfreado e autocrático de sua autoridade egocêntrica, e matando todos os mesários que não trazem suas notícias ".

·

bom dia agradecido pelas palavras escritas obrigado

É, tem sido dias difíceis para nós brasileiros, porque vemos que as pessoas mudam, mas as atitudes não. Mudam-se partidos e tudo acaba dando na mesma. Não sou otimista quanto à nossa situação e velhice no Brasil.