RE: [Opinião & Indagação aos Usuários]: Seguir Centenas, Votar em Alguns e Comentar Nenhuns. Culpa Nossa ou do Steemit?

You are viewing a single comment's thread from:

[Opinião & Indagação aos Usuários]: Seguir Centenas, Votar em Alguns e Comentar Nenhuns. Culpa Nossa ou do Steemit?

in br •  10 months ago

Oi, @dudutaulois e @cleateles, obrigado por seus aportes!

Quando você diz não adianta vir pelo dinheiro se não curte ler e escrever, eu acho que é exatamente o contrário, quando curtimos ler e escrever, melhor ficar longe, porque, até agora, não é isso que vejo. Amigo, o seu português é bom, e você sabe disso, mas tem gente que abusa!

No fundo, eu quis falar sobre a interação mesmo. Eu ainda acredito que, aqui no Steemit, sem nichos muito definidos, acabamos meio "perdidos", sem saber o que fazer. Publico ou vou atrás de conteúdo? Voto, comento, restimo, ou fico somente no meu círculo? Tento novas investidas (e a palavra certa é essa mesmo, porque, para muito, o interesse na amizade nem sempre é pela amizade, mas pelo caça-níquel; mas, no fundo, eu entendo, porque há o dinheiro envolvido) ou permaneço como estou? São muitas variáveis e os novos usuários, coitados, eles devem ficar doidos com tanta informação e, às vezes, sem qualquer chão por não receberem votos, ou receberem muito pouco. Então, penso, o que seria interessante fazer para eles, principalmente?

Minha estratégia está montada e vamos ver se consigo fazer direitinho, melhorando a cada dia.

Sim, sim, foi o que disse com relação ao conteúdo. Voto no que me causa melhor impressão e isso é algo particular. Sigo feliz com os aprendizados! (E, às vezes, surpreso! Risos!)

Eu também estou publicando todos os dias. Pelo menos uma publicação e olhe lá. Porém, essa semana foi difícil e a próxima também será. Mas, vou seguindo. Se não me vir por um dia ou dois, o cansaço com as traduções me pegou e preciso descansar! Assim como você, eu estou experimentando outras formas para publicar. Não ficarei mais no portuguê somente. Depois de toda essa agitação, esse desgaste por algo tão simples, me fez perceber que havia outras pessoas interessadas quando eu publicava em inglês e espanhol, e eles ficaram para trás. Se prezo a amizade, como pude fazer isso? No fundo, tive a intenção de ver a plataforma em português bombar, ainda tenho, mas voltarei às raízes de quando nessa casa entrei (lembrei de um ponto de Umbanda) e poderei, até mesmo, desenferrujar o alemão e, quem sabe, algumas frases em japonês. (Ai meu Deus, @wagnertamanaha vai me matar ao ler as publicações!)

Olha isso, eu não vi a frase que o @wagnertamanaha publicou! Ou vi? Quando for assim, me avisa por chat e eu tento ajudar como posso. Temos essa arma poderosa que é o chat, e eu não me importo de ser acionado lá para ver as publicações dos amigos. Na verdade, acho que isso deveria acontecer entre nós! Mas, o que disse é certo: muitos ainda reclamam que não ganham nada. Até coloquei em um comentário que já não ligo para isso, acho que foi em uma publicação do @aleister. O que me entristece mais é o fato da leitura mesmo e interação. Como somos mais velhos, creio que temos outra visão da vida, outros parâmetros e outros valores. Passamos por crises ENORMES nesse Brasil, eu ainda mais, por ser mais velho, mas, nem por isso, deixo de acreditar. O estarreceder é a banalização e isso, para mim, é a indicação da morte do conhecimento.

Também concordo que o @casagrande é um cara bastante sagaz para esse tipo de trabalho de mídia social. Ele já está acostumado com isso e é muito confiável. Eu disse a ele de forma privada, pois merecia meu respeito e ainda merece. Ele se desdobra para todo mundo. Eu ainda preciso doar mais, porém preciso conversar com vocês sobre um assunto, mas vou chamar no chat qualquer dia desses.

Enfim, é isso. Acho que você percebeu bem a essência dessa publicação. Devemos ser menos tóxicos, menos espertinhos e mais generosos/inteligentes. Você disse tudo, em uma sociedade desunida é bem difícil perceber uma luz no fim do túnel e tudo parece transformar-se em caos. Mas, eu te digo, eu ainda acredito, e vou morrer acreditando que algo possa mudar. Abrir a porta de um elevador, demonstrar respeito, aguardar um sinal são grandes "pequenos exemplos" de como se perceber um caráter. Eu sempre digo se não temos a capacidade de agradecer pelo que recebemos em pequena quantidade, como saber entender a chegada da grande quantidade? Enfim, ensinamentos espíritas!

Eu apenas publico e citarei @marcelli até o final: cumpro meu papel, porque gosto de escrever. Por falar nisso, tenho de visitá-la! Depois passo na sua casa (perfil)! =)

Abraços, amigo, muita luz para a família. Paz e bem!

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!