#FILMOTECA# - "Dumbo" (2019)

in #filmotecalast year (edited)

Sinopse: Holt Farrier é uma ex-estrela de circo que retorna da guerra e encontra seu mundo virado de cabeça para baixo. O circo em que trabalhava está passando por grandes dificuldades, e ele fica encarregado de cuidar de um elefante recém-nascido, cujas orelhas gigantes fazem dele motivo de piada. No entanto, os filhos de Holt descobrem que o pequeno elefante é capaz de uma façanha enorme: voar.

O mundo dos live action da Disney continua a todo vapor (sem dar sinal de que irá para tão cedo... afinal, só esse ano ainda tem as estreias de Aladdin e O Rei Leão*) e agora é a vez do elefantinho mais adorado - e com uma das histórias mais tristes - dos cinemas ganhar vida no "mundo real". Mas, a grande pergunta é: Será que esse filme nas mãos do diretor Tim Burton funcionou?

Quem já conhece o trabalho do Burton, sabe o estilo de filme que ele faz... Não importa a história que ele irá retratar, os toques sombrios e uma atmosfera cheia de particularidades são sempre parte do menu principal. Então, quem por algum momento achou que neste filme (por ser um filme da Disney e que em sua versão original é pura energia e um show de cores embalados por movimentos musicados) as coisas seriam diferentes... Deu um belo tiro na água.

A trama é bem diferente do que apresenta o material original. No entanto, me chamou bastante atenção o fato do roteiro conseguir "esticar" - sem perder a essência e inocência de décadas atrás - os pouco mais de 60 minutos (da animação de 1941) em pouco mais de 100 minutos. Com isso, a narrativa ganha uma nova roupagem mantendo o que mais importa em sua estrutura: o seu coração (que é personificado através da imagem cativante - e ao mesmo tempo, pitoresca - do querido elefantinho de orelhas avantajadas).

Embora haja diferenças extremas entre essa nova versão e a versão original (a trama em si, trás pouco do que é visto na animação... algo que inicialmente pode parecer decepcionante, mas surte um efeito positivo), é impossível não se deixar levar pela emoção que está presente em praticamente todo o filme e principalmente, pelo carisma de uma criatura concebida através de CGI.

O trabalho de digitalização e efeitos especiais que trouxe o Dumbo à vida é simplesmente fenomenal (é algo realmente para ser visto nas telas do cinema)! Me impressionou demais o fato dele conseguir transparecer tanta empatia e ao mesmo tristeza apenas com as expressões faciais. Fica até difícil acreditar que uma criatura tão humana como aquela é um produto meramente digital.

Não há dúvidas de que ele é a grande sensação do filme (e nem poderia ser diferente, afinal... é a história dele, né?), mas ao seu redor, não está apenas a questão do apelo visual (onde mais uma vez eu faço questão de frisar... é incrível!), e sim, diversas situações que orbitam sobre a importância dele em detrimento da abordagem de novas temáticas: como por exemplo, o bullying (aqui de uma forma mais visível e latente), a exploração de animais e a ganância do homem em relação ao dinheiro e ao poder.

O elenco estrelado conta com Colin Farell, Eva Green, Michael Keaton e Danny DeVito e todos eles estão relativamente bem em seus respectivos papéis. Mas é inegável dizer o quanto Dumbo rouba todas as cenas em que aparece. Ele carrega uma essência extremamente inspiradora, e que inspira um grande mix de sentimentos, onde a força e a superação gritam de forma silenciosa na tela.

Tim Burton dirige o filme em uma constante qualidade que há muito tempo já não se via. Depois de vários erros, ele acerta demais com a condução dessa adaptação. Voltando então aos seus "tempos de glória" e ainda que tenha tomado a liberdade de fazer tantas mudanças nesse remake (que soa mais como uma releitura... algo que particularmente não me incomodou em nada, porque acabou funcionando muito bem mesmo com desproporcionalidade de tempo de tela de alguns personagens), ele não deixou de beber o líquido da fonte que concentra a magia do filme original.

Há a permanência de momentos mágicos, como por exemplo: a clássica cena dos elefantes feitos de bolhas de sabão (um das cenas mais emocionantes do longa, junto com as cenas dele junto à sua mãe e os momentos onde ele precisa aprender a importância de ser quem ele nasceu para ser) e isso mostra o cuidado que Burton teve para que essa nova versão chegasse com todo o tom correto de nostalgia para o público mais antigo e com um novo ar para o público que está conhecendo o elefantinho pela primeira vez.

Um produção extremamente caprichada está espalhada por todas as cenas. Seja nos cenários grandiosos, na fotografia minuciosa (que em certos momentos mistura um bucolismo com modernismo), nos figurinos bem detalhados, na edição de cenas realizada com esmero para criar conexões assertivas entre os acontecimentos ou ainda, na ótima trilha sonora que ajuda na execução de momentos brilhantes.

Dumbo é uma das melhores adaptações em live action que a Disney já realizou até o momento e - como eu já havia mencionado anteriormente - uma grande parte desse sucesso se deve ao fato dela ter a seu favor um personagem tão incrível e que consegue ir muito além da representação de um animal em si... Mas sim, carregar consigo as tristezas e alegrias de ser "diferente" aos olhos de quem se diz "normal" e mostrar para todos o seu valor enquanto figura única no mundo.

Fonte das Imagens: IMDb

Sort:  

mais uma crítica que nos deixa cm água na boca...

ptgram

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Opa, obrigado pelo elogio! :D

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Depois de Sinopses destas, quem não quer ver o filme? :) Levou stars e tudo

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

O filme é excelente e realmente precisa ser visto nos cinema para que seja possível aproveitar o máximo da sua qualidade.

Valeu!

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Levar a gurizada pra assistir rsrs...

ptgram

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Certeza de que eles irão se divertir bastante! :)

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Excelente crítica, ainda não tive a oportunidade de assistir ao filme, mas pretendo fazê-lo logo, a curiosidade mata! :D

Ptgram

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface

Valeu, @thomasmmaker. Se puder, veja no cinema porque é simplesmente mágico! :D

Posted using Steeve, an AI-powered Steem interface